Congresso apresenta novas tecnologias para a ortodontia

    OrtoFloripa 2018 mostra os resultados das inovações digitais nos tratamentos

    O impacto das novas tecnologias nos tratamentos ortodônticos é tema do OrtoFloripa 2018, encontro que reúne o 5º Congresso Catarinense de Ortodontia e 1º Encontro Latino-Americano de Ortodontistas. Com foco nos efetivos resultados das inovações digitais, o evento terá a presença de 21 profissionais renomados, entre palestrantes nacionais, internacionais e moderadores. A promoção é da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial – seccional Santa Catarina (Abor-SC), que pretende atrair cerca de 400 profissionais de todo o estado, além de colegas dos países vizinhos, entre 31 de maio e 2 de junho, no Centro de Eventos da ACM, em Florianópolis.

    Segundo a Abimo (Associação Brasileira da Indústria Médica, Odontológica e Hospitalar), a ortodontia leva 12 milhões de brasileiros ao consultório odontológico. Tratamentos individuais para problemas de saúde e de estética são estudados, planejados e aplicados pelos ortodontistas. “Cada vez mais o profissional dispõe de recursos tecnológicos para identificar e realizar procedimentos ideais a cada caso. É essencial conhecer as novas abordagens para adequar o tratamento ao perfil do paciente”, destaca a presidente da Abor-SC e do congresso, Dra. Cynthia Dimatos Napoli.

    Vários aliados da ortodontia na era digital serão temas de palestras, como o scanner intrabucal, as biomecânicas avançadas para clínica, as configurações 3D e as finalizações 4D. Tratamentos com brackets auto-ligados e com alinhadores também estarão em debate. E os ortodontistas que atuam em Santa Catarina terão seus trabalhos em pauta no Congresso Catarinense. “São 39 trabalhos científicos e estudos de caso inscritos e que estarão concorrendo a três prêmios especiais. Os ganhadores serão anunciados no dia 1º de junho”, informa o coordenador da Comissão Científica do OrtoFloripa 2018, Dr. Gerson Luiz Ulema Ribeiro.

    Publicidade

    Um dos objetivos do OrtoFloripa 2018 é estimular o ortodontista catarinense a investir em sua qualificação profissional. “Estamos incentivando os profissionais a prestarem a prova de qualificação do Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial – BBO”, destaca a Dra. Cynthia Napoli. Para a diplomação, que é válida por seis anos, é necessário fazer prova escrita e ter casos clínicos avaliados. “A diplomação atesta a excelência do trabalho profissional”, afirma a presidente da ABOR-SC.

    ORTOFLORIPA 2018

    5º Congresso Catarinense de Ortodontia

    1º Encontro Latino-Americano de Ortodontistas

    Data: 31 de maio a 2 de junho

    Local: Centro de Eventos da ACM, Florianópolis – SC

    Programação e informações: www.ortofloripa2018.com.br. As inscrições têm descontos especiais até 25 de maio.

    Publicidade
    COMPARTILHAR