Educação financeira e desenvolvimento em São José

prefeita e secretários sentados lado a lado em cadeiras de plástico branco olhando para a mesma direção

A prefeitura de São José realizou nesta semana, em parceria com o Sebrae, um curso destinado a empreendedores individuais com foco na organização financeira e nas boas práticas de gestão para pequenos negócios. A ideia é auxiliar as pessoas da comunidade que decidem montar um negócio a aumentarem suas chances de sucesso. E é esse sucesso que vai retornar em benefícios à cidade, na forma de mais empregos e maior recolhimento de impostos, ao longo do tempo.

Por trás da ideia de qualificar esses pequenos empreendedores está a constatação que a maioria dos pequenos negócios iniciados, em qualquer lugar do país, tende a quebrar em alguns poucos anos, geralmente por conta de erros que não teriam sido cometidos, caso seus empresários tivessem, na sua formação básica, noções de educação financeira e de empreendedorismo. Da mesma forma, mesmo os trabalhadores assalariados, caso melhor educados para a gestão de seus recursos financeiros, poderiam escapar de muitas das arapucas financeiras em que nos metemos todo os dias.

Pensando nisso, a polêmica reforma da Base Nacional Comum Curricular do Ensino Fundamental traz, como novidade, a instituição da Educação Financeira como um dos temas transversais a serem desenvolvidos na escola. Através dela, os alunos do 6º ao 9º ano aprenderão, em diferentes matérias e em trabalhos extraclasse, desde o planejamento de um orçamento familiar até noções de como gerenciar uma pequena empresa.

Publicidade

A mudança ocorrerá nas escolas, oficialmente, somente em 2020. Porém, nada impede que prefeitos mais espertos e interessados comecem desde já o desenvolvimento de trabalhos desse tipo. A iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação de São José, portanto, inicialmente focada especificamente nos geradores de emprego e renda que atualmente estão em atividade, poderia, com o aval da chefia do Executivo, ser estendida a toda a comunidade escolar pública (e até mesmo, em outra iniciativa, a cidadãos interessados em aprender a gerenciar melhor sua vida financeira, mesmo que não estejam no comando de algum negócio). Os benefícios com a formação de indivíduos mais capazes de manter uma melhor organização pessoal e familiar seriam evidentes.

Parabéns pela iniciativa, prefeita Adeliana Dal Pont e secretário Waldemar Bornhausen Neto. Fica a dica para estender proposta até a Educação. Vale também como inspiração para os demais municípios da região, já que boas ideias, na área pública, podem e devem ser copiadas sem dó.

Transporte

A Secretaria de Planejamento do Estado deve encaminhar nas próximas semanas à Assembleia Legislativa o projeto da Nova Rede Integrada de Transporte Coletivo Metropolitano da Grande Florianópolis. Entre as novidades estará a ligação entre as oito cidades da região com um único cartão de ônibus. 

Ponte Viva 

A prefeitura de Florianópolis colocou no ar, esta semana, o site Ponte Viva (www.ponteviva.pmf.sc.gov.br), onde apresenta as alternativas para uso da Ponte Hercílio Luz, depois de finalizadas as obras de recuperação. Ainda limitado aos eixos temáticos de Mobilidade e de Cultura, o projeto deixa clara a intenção do Instituto de Planejamento Urbano (Ipuf) de limitar a utilização da via de ligação a ônibus, pedestres e ciclistas.

Aliás… aproveitando a deixa no assunto: o Parque da Luz, na cabeceira insular da ponte Hercílio Luz, tem de tudo: bela área verde, estrutura com bancos, mesas e espaços de convivência, etc… só não tem luz. À noite, o lugar é escuro como um breu, perigoso e frequentado por usuários de drogas e sem-teto. Não seria melhor, então, mudar o nome para Parque da Escuridão?

Temer em SC

O presidente Michel Temer esteve em Florianópolis nesta quarta-feira (16/5) para participar da abertura do 90º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras. Foi uma participação blindada: chegou e saiu de helicóptero e falou para uma plateia selecionada, o que lhe garantiu boa acolhida.

Em um discurso cuidadoso e protocolar, buscou convencer a plateia a respeito dos avanços conquistados em seu governo. As falas dos presentes, e a do próprio presidente, inclusive, não tiveram como deixar de citar as dificuldades enfrentadas por Temer para se manter no cargo e segurar o país mais ou menos nos eixos, nestes últimos dois anos. Temer anunciou R$ 44 milhões em crédito para obras de infraestrutura em oito cidades de SC, além de R$ 16 milhões para a conclusão de um centro de eventos em Balneário Camboriú.

Diante da recepção amistosa, saiu animado do encontro. O homem precisava mesmo de um momento de alegria, depois de o marketing da presidência derrapar, dias atrás, e cunhar a expressão dúbia: “O Brasil voltou, 20 anos em 2”. Também, neste dia 17, fez um ano da explosiva divulgação da delação de Joesley Batista e da gravação da conversa entre os dois, que quase derrubou o seu já curto mandato.

Pavan

Os médicos que atendem o deputado estadual e ex-governador Leonel Pavan (PSDB), que está internado desde segunda-feira (14/5), em Balneário Camboriú, por conta de um AVC, seguiam, nesta quinta-feira (17/5), sem saber se o problema de saúde enfrentado por ele será superado ou mesmo se terá ou não consequências permanentes. A gravidade do caso, entretanto, sugere que, mesmo recuperando-se do trauma, a carreira política de Pavan precisará ser interrompida. O gabinete do deputado solicitou à mesa da Assembleia Legislativa 30 dias de licença, enquanto aguarda melhora no seu quadro de saúde.

Prefeito de Balneário Camboriú por três vezes, vice-governador eleito em 2006, deputado  e senador, ocupou o maior cargo do estado no final do mandato, em 2010, quando então o entregou ao aliado político Raimundo Colombo.

Meia-entrada

O vereador da capital Fabio Braga (PTB) conseguiu aprovar projeto estendendo o benefício da meia-entrada em atividades culturais e esportivas a portadores de câncer. No final do ano passado, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores havia dado parecer contrário, que foi rejeitado em plenário. Depois, as comissões de Educação e de Saúde aprovaram a ideia. Entre a classe política, ninguém quer perder a simpatia dos eleitores doentes.

Porém, olhando-se o assunto com maior isenção, entende-se que a instituição da meia-entrada, de modo geral, foi responsável por grandes aumentos no preço dos ingressos para eventos. Como 70% das entradas vendidas no país são meia-entrada, a saída encontrada pelos promotores de espetáculos foi, é claro, dobrar o preço. Assim, todo mundo paga metade do dobro e fica, ingenuamente, feliz. ­­­

Pedofilia

Florianópolis, São José e Palhoça estão entre as 15 cidades do estado onde a polícia cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão contra suspeitos de integrar uma rede de pedofilia. A ação fez parte da operação “Luz na Infância 2”, comandada pelo Ministério Extraordinário de Segurança Pública, e foi anunciada como a maior ação de combate à pedofilia já feita no mundo. A maioria dos casos de prisão ocorreu através da localização, nos computadores dos suspeitos, de fotos e vídeos contendo cenas sexuais de adolescentes e crianças.

Publicidade
COMPARTILHAR