dezenas de mesas e cadeiras com guarda-sóis espalhados por um praia e pessoas circulando
Imagem: Divulgação

A estação que mais atrai turistas ao Estado começou na sexta-feira (21/12) com a promessa de uma temporada movimentada no Litoral catarinense, resultado da melhora nos índices de confiança, abertura de vagas de emprego e o aumento no poder de compra dos consumidores.

Para atender a demanda, a previsão da Fecomércio de Santa Cataria é de contratação de cerca de 7.500 temporários entre outubro de 2018 e fevereiro de 2019 no Estado. A estimativa é de que destes, 2 mil sejam no comércio e 5,5 mil no setor de serviços, quase mil pessoas a mais do que a temporada passada.

A crise na Argentina, um dos maiores clientes das praias catarinenses nos últimos anos, não deve ter tanto peso nesta temporada, segundo a federação. Em 2017/2018, os argentinos representaram 23,5% dos visitantes, mas com inflação de 40% ao ano, desvalorização do peso, juros altos e falta de dólares, as viagens não devem ser prioridade para os hermanos.

Publicidade

“O foco no turismo interno é uma das estratégias do trade para manter os números positivos. Mais de 70% dos visitantes que vêm a SC no verão são brasileiros”, avalia o presidente da Federação, Bruno Breithaupt. A dessazonalização e a descentralização do turismo também guiam a atuação da entidade que representa o setor. Em longo prazo, o objetivo é atrair turistas nas quatro estações e em todo o Estado. Se hoje o setor representa 12,5% do PIB e emprega cerca de 122 mil pessoas, o potencial de crescimento pode ser ainda maior se as vocações turísticas de cada região forem melhor exploradas.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here