A Câmara de Vereadores de São José marcou presença na 16ª Marcha dos Vereadores em Brasília, durante esta semana, com três vereadores – o presidente da Casa, Orvino Coelho de Ávila (PSD), Moacir da Silva (PSD) e Michel Schlemper (MDB). Além de encontro com o senador Dário Berger (MDB-SC), estiveram no Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação, onde conversaram com o ministro Gilberto Kassab (PSD), para tratar do processo que tramita desde a época em que o vereador Sanderson de Jesus (MDB) era o presidente da Câmara, sobre a TV Câmara. Pediram a liberação do canal da TV Cidadania, um sinal aberto para o Legislativo josefense.

Na audiência com o senador Dário Berger solicitaram a liberação de duas emendas do senador para a reforma da Apae/SJ no valor de R$ 200 mil e outra emenda que beneficia a Associação dos Funcionários do Hospital Regional de São José, no valor de R$ 300 mil.

O périplo dos parlamentares em Brasília não parou por aí, pois tinham vários assuntos na pauta de trabalho, além da Marcha dos Vereadores de todo o país. Estiveram na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), onde encaminharam projetos para ajudar na solução de problemas do dia a dia da cidade:

Publicidade

1 – sugestão para que a ANTT faça um novo projeto para resolver o que poderá se transformar em um problemão no trevo da Forquilhas na Via do Contorno, onde se prevê que o fluxo de veículos será intenso;

2 – que a Arteris, em 60 dias, faça do acostamento da 101 no trecho em Palhoça uma 3ª pista, como já foi feito em São José;

3 – foi definido que dia 9 de maio próximo haverá uma nova reunião, em Brasília, com a diretoria da Arteris, presença do presidente da empresa, que detém a concessão da 101 e teve representantes nesta primeira rodada de reuniões com os vereadores na ANTT, para detalhar os problemas que impedem o curso normal das obras da Via do Contorno;

4 – desmontar a passarela que a Arteris construiu entre o bairro Roçado e a Santos Saraiva na BR 101, que o presidente da Câmara, Orvino Coelho de Ávila, diz que não leva nada a lugar algum e seja usada em outro ponto da rodovia em Barreiros, Roçado ou Serraria, por exemplo;

5 – que a ANTT faça um estudo e um projeto para que a Arteris construa um novo e mais amplo túnel na 101 no Roçado, porque o atual é da época da inauguração da 101 – 1972 – e o vereador Orvino considera “um buraco”.

De acordo com os vereadores, em todas as audiências “que tivemos em Brasília, na busca de soluções para velhos problemas em São José, fomos muito bem recebidos”, como pontua o vereador Michel Schlemper. Orvino diz que o encaminhamento das propostas foi “ótimo, porque se a gente não anda nessa crise, não arrumamos nada”, consideração abonada pelo vereador Moacir da Silva.

Publicidade
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here