Casan vai ampliar tratamento de esgoto em Florianópolis para atender mais 125 mil pessoas

Meta é chegar em quatro anos a 74% de cobertura da rede coletora de esgoto na capital

0

A Casan anunciou nesta quinta-feira (2/7), aniversário de 49 anos da companhia, a escolha de empresa para ampliar a estação de tratamento de esgoto na entrada da ilha de Florianópolis.

Ao custo de R$ 145 milhões uma reforma deverá aumentar a capacidade na estação de tratamento de esgoto (ETE Insular) para 612 litros por segundo, beneficiando 12 bairros da capital. O total de moradores atendidos passará de 150 mil para 225 mil, na estimativa da companhia.

A escolha da empresa, que apresentou valor menor do que a concorrente, ainda será verificada pela Jica, agência japonesa com quem a Casan firmou o empréstimo para investimento na estação.

foto aérea da estação de tratamento de esgoto na cabeceira da ponte pedro ivo, mostrando o centro e continente ao fundo
Ampliação da estação de tratamento de esgoto na entrada da Ilha deverá beneficiar 12 bairros de Florianópolis – Casan/Divulgação/CSC
Publicidade

“É uma grande satisfação que nesta data tão importante para a companhia possamos dar esse passo para elevar a cobertura de coleta e tratamento de esgotos em Florianópolis”, destaca o diretor de operação e expansão da Casan, Fábio Krieger.

A licitação teve de ser relançada em 2019, pois o consórcio vencedor do processo licitatório anterior se recusou a executar a obra, forçando a rescisão do contrato e atraso do empreendimento. O atraso prejudicou a operação da estação, piorando o mau cheiro característico da região.

74% de cobertura em 2024

A obra da ETE Insular faz parte de um plano da Casan de quase R$ 500 milhões para melhorar  o esgotamento sanitário de Florianópolis. A duplicação da estação e a implantação de novas redes de coleta permitirão atingir 74% de cobertura em coleta de tratamento de esgotos até 2024.

Cinco bairros − Centro, Trindade, Agronômica, Saco dos Limões e Costeira − serão beneficiados com a ampliação e modernização dos processos de tratamento. Itacorubi, Parque São Jorge, Jardim Anchieta, Córrego Grande e Pantanal, que já têm rede assentada, também serão beneficiados. Essa região da cidade aguarda a ampliação da estação para iniciar a coleta e tratamento. Também serão implantados mais 12 quilômetros de rede de coleta nos bairros José Mendes e Morro da Lagoa, com 3.753 novas ligações.

A ETE Insular passará a operar um sistema moderno de tratamento, que remove matéria orgânica, nitrogênio e fósforo do esgoto.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here