Chuva deve persistir na quarta; duas pessoas morreram em São Joaquim

    Alerta de atenção máxima segue até quinta, com risco alto para alagamentos, inundações e deslizamentos

    Conforme previsão do tempo dos órgãos estaduais, o volume de chuva deve continuar alto durante a quarta-feira (4/5) em Santa Catarina, especialmente nas regiões Sul e Grande Florianópolis, por conta da passagem de um ciclone extratropical.

    A previsão é de que a chuva se mantenha até quinta-feira (5). Nessa quarta, porém, ventos fortes, de até 85km/h, e maré alta devem causar transtornos no litoral catarinense. Com isso, há um alto risco às ocorrências associadas ao mau tempo, além de temperaturas que não devem passar de 20ºC.

    Até o momento, dois óbitos foram confirmados em São Joaquim, na Serra. Dois homens estavam em um carro encontrado virado dentro de um rio.

    Publicidade

    Conforme a Defesa Civil, devido aos grandes volumes de chuva registrados nas últimas horas, houve significativo aumento dos níveis dos rios, chegando em nível de alerta para inundação nas regiões do Litoral Sul, Planalto Sul (com destaque para a Bacia do Rio Tubarão), Oeste e Meio Oeste.

    O governador Carlos Moisés determinou nesta terça-feira (3/5) a ativação da Sala de Situação da Defesa Civil estadual em razão das fortes chuvas que atingem várias regiões. Moisés esteve na sede do órgão no fim da tarde dessa terça para monitorar a situação das chuvas que caem de maneira incessante em Santa Catarina desde segunda (2). “Os Grupos de Ações Coordenadas (GRACs) também foram acionados. A situação exige atenção. Em caso de emergência, a população deve ligar nos números 193 ou 199”, disse o governador.

    moisés e david busarello
    Carlos Moisés e David Busarello monitoram na sede da Defesa Civil situação de ocorrências relacionadas às chuvas em SC – DCSC/Divulgação/CSC

    + Deslizamento danifica duas casas em Florianópolis
    + Probabilidade de ser atingido por raio é maior em SC

    Os alertas de atenção máxima seguem até a próxima quinta-feira, com risco alto para alagamentos, inundações e deslizamentos, principalmente para o Litoral Sul. Ocorreram diversos pequenos deslizamentos de terra em estradas estaduais. Na BR-101 no sul do estado há pontos de alagamento, principalmente nas marginais, o que requer atenção redobrada dos motoristas.

    O Corpo de Bombeiros Militar também está com equipes de emergência a postos monitorando a situação, com diversos atendimentos relacionados com a chuva, além das prevenções pelo estado – como a análise de locais que possam ser de risco para a população. São 15 equipes de Forças-Tarefa para atender possíveis ocorrências: 13 estão em sobreaviso e duas delas, em Tubarão e Criciúma, estão nas sedes dos quartéis em prontidão, já que essas duas regiões são as mais atingidas até o momento.

    Por Lucas Cervenka – reportagem@correiosc.com.br

    Publicidade