Chuveiro publicitário da Havan é desligado pela Celesc por irregularidade em ligação

    chuveiro da havan em casnasvieiras
    "Chuveirão" da Havan foi instalado na Praia de Canasvieiras para promover a empresa e virou centro de polêmica - Divulgação/CSC

    O chuveiro instalado pela empresa Havan na Praia de Canasvieiras para uma ação de marketing, e que virou uma polêmica generalizada, teve a energia elétrica desligada nesta quarta-feira (5/1) pela Celesc por causa de um “rabicho” – uma ligação com fiação irregular. A denúncia partiu do vereador da capital Afrânio Boppré (Psol), que tem rivalizado com o dono da empresa, Luciano Hang, sobre a legalidade do equipamento em local público.

    A ligação foi feita com um cabo puxado de um relógio de luz em um camping próximo e estaria com uma parte do fio exposto, o que já havia sido denunciado pelo vereador e, segundo a empresa, resolvido. Agora, porém, foi desligado pela compania de energia. “Coloca os banhistas em perigo. A Celesc tomou providências, foi até o local, desligou a instalação e determinou que a empresa, Havan, faça uma instalação dentro das normas técnicas”.

    Publicidade