Com 10 novos pontos de monitoramento, 73,8% dos locais são balneáveis no estado

montagem de fotos com placas indicativas da qualidade da água; uma própria, outra imprópria
Novos pontos de monitoramento da qualidade da água ficam em Florianópolis; ao total a Capital tem 75,3% dos pontos balneáveis - Fotos: IMA

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) divulgou novo relatório de balneabilidade nesta sexta (11/1), com o acréscimo de 10 pontos de monitoramento em Florianópolis. A partir de agora, o IMA passa a monitorar e a informar a condição de 229 pontos nos 500 quilômetros da costa. Segundo o resultado, 73,8% dos locais analisados em todo o estado estão próprios para banho.

Em Florianópolis, dos 85 pontos, 64 estão adequados para banho de mar, o que representa 75,3%. Dos 10 novos locais averiguados, apenas o da Praia da Daniela, em frente à Rua das Hortências, apresenta situação imprópria. No restante do litoral, dos 144 pontos monitorados, em 72,9% recomenda-se o mergulho.

Em relação ao relatório anterior, 10 pontos passaram da condição de impróprio para próprio e sete de próprio para impróprio. As coletas foram realizadas de 7 a 11 de janeiro nos municípios de Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Piçarras, Porto Belo e São José.

Publicidade

Para saber a condição das praias catarinenses basta acessar o site do IMA com o levantamento atualizado.

Novos pontos de monitoramento

– na Praia da Daniela, em frente à Rua das Hortências;
– em Jurerê Internacional, em frente à Avenida dos Pampos;
– na Lagoinha da Ponta das Canas, na Estrada Jornalista Jaime A. Ramos, acesso à praia;
– na Praia do Moçambique, altura do km 10,5 da Rodovia João G. Soares SC 406, frente ao acesso;
– na Barra da Lagoa, em frente à Rua Aconchego do Mar;
– na Praia do Novo Campeche, em frente ao Posto Salva Vidas;
– na Areias do Campeche, na Rua Lomba do Salão;
– no Morro das Pedras, na curva da Rodovia SC 406;
– na Praia do Caldeirão, em frente ao Parque Municipal da Lagoa do Peri;
– e na Praia dos Açores, em frente à Rua Algas Marinhas.

Em Florianópolis, as coletas são realizadas pelo Corpo de Bombeiros e as análises e resultados pelo Instituto.

Publicidade