Em colapso, Chapecó recebe gabinete de crise contra a Covid-19

    Leitos de UTI já chegam a 100% de ocupação no município e pacientes estão sendo transferidos

    Diante do aumento de casos de Covid-19 e alta taxa de ocupação de UTIs no Oeste, o governador Carlos Moisés determinou neste domingo (14/02) a instalação de um gabinete de crise em Chapecó para tratar das ações de enfrentamento à doença. Em transmissão de vídeo nas redes sociais, o prefeito João Rodrigues fala que a cidade está em estágio de colapso.

    Na manhã deste domingo, dos 53 testes de Covid-19 realizados em Chapecó, 73% deram positivo para a Covid-19. Nos últimos dias, os atendimentos em Chapecó passaram de 250, em média, para mais de 700, nos dois ambulatórios de Campanha e UPA 24h. Segundo boletim do município desta segunda-feira, a taxa de ocupação é de 100% em leitos de UTI públicos e 95% em privados.

    Com esse cenário, uma operação de transferência de pacientes tem sido realizada na região. De janeiro até 11 de fevereiro, 75 pacientes foram transferidos de hospitais do Oeste para unidades em outras regiões do estado. Dessas transferências, 45 ocorreram em fevereiro. Neste domingo (14/02), foi realizada mais uma transferência emergencial de um paciente de 68 anos, removido do HRO de Chapecó para o Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, pelo Arcanjo-02, do Corpo de Bombeiros Militar e Samu.

    Publicidade

    Além disso, no sábado (13/02), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) enviou mais cinco respiradores para o Hospital Regional do Oeste (HRO), de Chapecó. Com a operação, já foram enviados 17 respiradores à região, sendo 15 para Chapecó e dois para o município de Maravilha.

    Os secretários da Saúde, André Motta Ribeiro, e o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, estarão em Chapecó nesta segunda-feira (15/02) para definir as ações contra a Covid-19. Na força-tarefa, estão envolvidos equipes do governo do estado, o Ministério da Saúde, prefeituras da região, Comissão Intergestores Regional (CIR) e outros integrantes. A Força Aérea Brasileira (FAB) fará o apoio operacional.

    Em Santa Catarina já são 613.164 casos confirmados de Covid-19, sendo que 586.634 estão recuperados e 19.803 continuam em acompanhamento. 6.727 mortes pelo vírus foram registradas.

    Publicidade