Empresa de Florianópolis que produz pele humana in vitro vence prêmio da Fapesc

mulher segura com uma pinça um pedaço do produto de frente para a câmera e na outra mostra placa, similar a forma de gelo, com demais produtos
Empresa Biocelltis pretende colocar o produto no mercado ainda nesse ano - Biocelltis/Divulgação/CSC

Uma história que começou dentro da Universidade Federal de Santa Catarina está prestes a revolucionar os mercados farmacêutico, veterinário e cosmético. A empresa de Florianópolis Biocelltis Biotecnologia desenvolveu pele humana in vitro, que vai permitir testes de medicamentos e produtos de beleza, sem a necessidade de uso de animais nesse processo.

O tecido criado pela empresa também é capaz de repor a área afetada por câncer de pele, mama e queimaduras. Segundo a empresa, o produto é constituído de células da epiderme e responde a testes de radiação solar, envelhecimento, estresse e irritação. Está em fase de validação e deve seguir para comercialização no segundo semestre de 2020.

Por causa disso, a empresa ficou em primeiro lugar na categoria Inovação em Produto do Prêmio Inovação Catarinense – Professor Caspar Erich Stemmer, realizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc). Os vencedores foram divulgados na última quarta-feira (19/2), em Florianópolis.

Publicidade

A capital catarinense também dominou a categoria Inovação em Produto. Em segundo lugar ficou a Nanoscoping Soluções em Nanotecnologia, que produz nanocápsulas que prolongam a duração de produtos de higiene e embelezamento pet. Em terceiro lugar ficou o Sienge Go, da Softplan. Trata-se de um software para ajudar no gerenciamento financeiro de micro e pequenas empresas da construção civil.

Vencedores em outras categorias

Representantes de Florianópolis também estiveram no topo do ranking quando se trata de inovação em processos ou serviços. Nessa categoria, a Voltbras levou o primeiro lugar com um aplicativo desenvolvido que permite localizar eletropostos, saber se estão disponíveis para carregar os carros elétricos e informações sobre os estabelecimentos.

Já na categoria Empresa Inovadora, a Softplan ficou em segundo lugar. Ao longo de sua história, a empresa tem uma trajetória de desenvolvimento de softwares e de incentivo a eventos de inovação.

Prêmio Inovação Catarinense 2020

Inovação de Impacto Socioambiental:
1º lugar: Ciser – Reaproveitamento de óleo de Têmpera (Joinville)
2º lugar: Candiroo Soluções Sustentáveis (Joaçaba)
3º lugar: Acqua Logic (Joinville)

Inovação em Processo ou Serviço:
1º lugar: Voltbras – Gerenciamento de eletropostos para inspirar pessoas a dirigirem veículos elétricos (Florianópolis)
2º lugar: Prix Tech Software – PrixNeuron (Luzerna)

Inovação em Produto:
1º lugar: Biocelltis Biotecnologia – Pele Humana In Vitro (Florianópolis)
2º lugar: Nanoscoping – Zoluções em Nanotecnologia (Florianópolis)
3º lugar: Sienge Go – Softplan (Florianópolis)

ICT Inovadora:
1º lugar: Instituto Ânima Sociesc – Transformar a Educação do País (Joinville)
2º lugar: Sinova – UFSC – Startup Mentoring 2019 (Florianópolis)
3º lugar: Unochapecó (Chapecó)

Inventor Independente:
1º lugar: Sebastião Luiz Vieira – Safety Box Dispositivo de Segurança para Piscinas de Uso Residencial ou coletivo para evitar a morte por afogamentos (Blumenau)
2º lugar: Rafael Bach – Piscina Vórtex (Imbituba)
3º lugar: Sonia Regina de Castro – Armadura Tubular (São Pedro de Alcântara)

TCC Inovador:
1° lugar: Pedro Henrique Kappler Fornari – Sistema para Gestão de Grandes Infraestruturas – UFSC (Florianópolis)
2º lugar: Gustavo Mendes da Silva – Equipamentos para Dosagem dos Agregados de Massas em Canteiros de Obras – Desenvolvimento de Protótipo – FURB (Blumenau)
3º lugar: Felipe André Zeiser – Auxílio na Detecção de Massas em Mamografia Digitalizadas Utilizando Redes Neurais Convolucionais – UNOESC (Chapecó)

Professor Inovador:
1º lugar: Giselle Araújo e Silva de Medeiros – O Desenvolvimento de Aplicativos por Meninas de Escolas Públicas – Escola Herondina Medeiros Zeferino (Florianópolis)
2º lugar: Carlos Rutz – Oficina de Robótica do Bompa – EEB Bom Pastor (Chapecó)
3° lugar: Rodrigo Figueiredo Terezo – Experiência Educativa no Processo de Inovação – UDESC (Lages)

Jovem Inovador:
1º lugar: Mylena Reis Pinheiro, Vitor Piaia sob a orientação do prof. Alex Bonemberger – Desafio Lógico-Matemático Animado – Centro de Educação Profissional de Chapecó (Chapecó)
2º lugar: Gustavan Henrique Fainello Pavão sob a orientação do prof. Cristiano Foresti – Som e Vibração: a produção de fones por indução bocal para surdos – EEB Antônio Morandini (Chapecó)

Governo Inovador:
1º lugar: Defesa Civil de Santa Catarina – Centro Integrado de Gerenciamento de Risco e Desastres
2º lugar: Prefeitura de Luzerna – Desenvolvimento socioeconômico através do Empreendedorismo e Inovação
3° lugar: Prefeitura de Joinville – Smart Mobilty

Empresa Inovadora:
1º lugar: Whirpool (Joinville)
2º lugar: Softplan (Florianópolis)

Agente da Inovação:
1º lugar: Leo Rufato – Atividades Inovadoras do Grupo de Fruticultura – CAV-UDESC (Lages)
2º lugar: Maria de Lourdes Borba Magalhães – UDESC (Lages)
3° lugar: Luciana Flor Correa Felipe – Unisul (Tubarão)

Publicidade