Entrevistas: perspectivas no aniversário de São José

padroeiro são josé iluminado à noite ao lado do centro multiuso na avenida beira-mar
São José - Rony Costa/Divulgação/CSC

São José completa 272 anos neste sábado, 19 de março. Em um momento de pós-pandemia, com atividades econômicas em aquecimento, o Correio perguntou a políticos e empresários da cidade como veem a conjuntura da cidade no momento.

Orvino Coelho de Ávila, prefeito de São José:
Vejo o momento como o melhor possível, um retorno com cuidado que temos que ter, mas volta em grande estilo e acho que o caminho é por aqui, com ajuda da população, dos empresários principalmente, que é quem gera renda, quem dá emprego, a administração tem que ser um facilitador. Agora pretendemos executar as ligações de infraestrutura que a gente vai licitar, da Avenida das Torres até Potecas, fazendo a ligação do Lisboa e área industrial, a rótula de quem vem de Palhoça, ao lado do aeroclube, iniciar a Beira-Rio, é destravar a cidade com obras que precisam.

Michel Schlemper, vice-prefeito:
Agora temos muita coisa bacana para entregar. Temos uma cidade pujante e forte e a sua força vem do seu povo, empresários, empreendedores. Então é comemorar 272 anos de conquistas nessa cidade maravilhosa. Vamos vir com a retomada forte no Plano Diretor, vamos fazer os reajustes com ensaios e simulações daquilo que está no papel. Agora precisamos ter todo os cuidados porque o Plano Diretor é algo que todo mundo fala, todo mundo quer, mas é uma matéria muito complexa. Além disso estamos fazendo uma parceria com o governo federal para acessar os satélites e que nos auxilie no planejamento da cidade.

Publicidade

José Marciel Neis, presidente da Aemflo:
A Aemflo e a CDL de São José sentem um clima de otimismo, a união dos esforços da iniciativa privada, junto com um ambiente propício proporcionado pela administração pública no momento, impulsiona novos investimentos, como esse, agrega valor no seu entorno e motiva mais empresários a investir. Quando alguém melhora a sua loja, o vizinho melhora a dele e a gente junto melhora a cidade. Esse é o nosso conceito de associativismo. O objetivo deste ano das entidades é entregar mais para os associados, como mais serviços e representatividade, buscando alternativas e se unindo enquanto empreendedores. A gente pode muito mais.

+ Quem são os 19 novos josefenses, agraciados com título de cidadão honorário
+ Empresa adota área da Beira-mar de São José para revitalização

Matson Cé, vereador:
O prefeito e a câmara estão trabalhando em sintonia para o crescimento da cidade, com obras estruturantes que São José necessita. Fazíamos tempo que não recebíamos obras como a Av. Beira-Rio, que vai facilitar muito o desenvolvimento daquela região de Forquilhas. São José entra para um novo ciclo. A gente acredita que nesta legislatura vai receber a obra do contorno viário, que vai desenvolver a cidade. Para a cidade desejo um forte abraço, que vamos continuar nos desenvolvendo de forma segura.

Méri Hang, presidente da CMSJ:
Quando a gente lê a história de São José, lá antigamente, ela era a 26ª economia do estado. Hoje está como um polo importantíssimo para a região da Grande Florianópolis. Então vejo ainda galgando outros espaços. Daqui a pouco a gente é o segundo ou a terceira economia do estado, porque São José tem condições para isso, tem capacidade, a cidade está investindo na desburocratização dos processos de abertura de empresas, enfim, esse é o caminho quem vejo para São José, ágil, empreendedora e com o povo continuando muito feliz por morar em São José.

André Guesser, vereador:
Acho que principalmente o povo de São José tem que comemorar esses 272 anos, porque os parabéns são para o povo, desde a colonização até hoje, 2022 essa luta, esse trabalho, o município é o que é por conta do seu povo, do seu esmero, do seu trabalho. A perspectiva a gente espera que o município melhore a cada dia. Eu particularmente tenho muita preocupação com o crescimento desordenado. São José, uma cidade tão pequena, lindíssima, e que a gente tem que cuidar com um olhar especial para que as pessoas que adotaram São José para morar tenham qualidade de vida. Acima de tudo a gente espera que seja um futuro bom para todos, mas que tenha um crescimento ordenado e que todos tenham essa qualidade de vida que a gente tanto espera.

Publicidade