Estação de tratamento de esgoto de Santo Amaro da Imperatriz será duplicada

    enorme buraco de obra circular escavado com mais um buraco ao centro com trabalhadores assentando tijolos em círculo
    A instalação de um novo decantador secundário permitirá todas as melhorias operacionais e o aumento da capacidade - Casan/Divulgação/CSC

    A Casan pretende duplicar a capacidade de tratamento da estação de esgoto de Santo Amaro da Imperatriz, de 12 para 24 litros por segundo. O investimento de ampliação e modernização do sistema, implantado há 30 anos, é de R$ 4,7 milhões, com recursos financiados junto à Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). A companhia ainda planeja aumentar a rede coletora de 69% para 76% da cidade, um dos maiores percentuais de cobertura do estado.

    Publicidade