seis governadores em volta de uma mesa posa para a câmera com as bandeiras de sete estados ao fundo
Seis governadores se reuniram para anunciar o consórcio e declarar apoio à reforma da previdência - Foto: Foto: Gil Leonardi/Agência Minas/Divulgação/CSC

Os governadores do Sul e Sudeste se reuniram em Belo Horizonte e anunciaram a criação do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), destinado a discutir pautas conjuntas entre os estados. No encontro, os comandantes dos poderes executivos declararam apoio total à reforma da previdência.

O movimento dos governadores de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro vem dois dias após os governadores dos estados do Nordeste fazerem ação conjunta contra a reforma da previdência. Os sete estados juntos são responsáveis por 70% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Os temas principais para serem debatidos no Cosud serão segurança pública, combate ao contrabando, sistema prisional, saúde, desburocratização, turismo, educação, desenvolvimento econômico, logística e transportes, inovação e tecnologia.

Publicidade

Para o governador catarinense, Carlos Moisés, o consórcio resolverá a guerra fiscal entre os estados. “É a oportunidade de discutirmos os incentivos fiscais que hoje acabam promovendo guerra entre os estados. As regiões, juntas, falando a mesma língua, podem minimizar essa questão”, destacou.

Reforma da previdência

Outro tema abordado foi a reforma da previdência em tramitação no Congresso Nacional, que contou com o apoio de todos os governadores presentes: “Santa Catarina apresenta apoio incondicional à reforma por entender que o desenvolvimento do nosso estado e da nossa região passa pelo investimento estrangeiro, pela confiança do empresariado e tudo isso passa pela reforma da previdência”, disse Moisés.

Para o governador paulistano, João Dória, “Não há como o Brasil pensar em crescimento econômico, em geração de empregos, em geração de oportunidades se nós não discutirmos, votarmos e aprovarmos a Reforma da Previdência”, afirmou ele.

O governador anfitrião, Romeu Zema, reiterou apoio à proposta da Previdência. “Temos plena convicção que essa reforma antecede qualquer outra. Não adianta irmos adiante, em outras pautas, se não formos primeiramente em relação à Previdência”, disse. “O Sul e o Sudeste têm relevância, têm peso e apoiam essa reforma.”

A reunião deste sábado contou com a presença dos governadores Renato Casagrande (PSB), do Espírito Santo, Wilson Witzel (PSC), do Rio de Janeiro, Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul, e João Doria (PSDB), de São Paulo, além de Moisés (PSL) e Romeu Zema (Novo). O representante do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), não compareceu por problema de agenda.

O próximo encontro do Consórcio será realizado no dia 27 de abril, em São Paulo, com a participação dos secretários estaduais responsáveis por essas áreas.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here