Governo catarinense lança edital para isolar profissionais de saúde em hotéis

Segundo o governo proposta é para resguardar servidores e suas famílias e injetar dinheiro no setor hoteleiro, prejudicado pela pandemia

0

O governo de Santa Catarina lançou um edital para contratação de 30 hotéis em todo o estado para isolar profissionais de saúde em atuação no tratamento de pacientes com coronavírus.

O objetivo, de acordo, com o governo catarinense, é que os servidores que atuam nos hospitais de referência para tratamento da Covid-19 possam preservar familiares do risco de contaminação e terem mais tranquilidade para o trabalho. Os hospitais devem ficar distantes no máximo 10km do hospital onde a pessoal trabalha.

O edital 035/20, da Secretaria de Administração, é para orientar o envio de propostas e posteriormente a escolha da empresa que tiver melhor preço. Serão aceitas propostas até 23 de dezembro de 2020.

Publicidade

“Com o chamamento público, buscamos cumprir o processo de contratação com transparência e garantindo economicidade, ampliando a concorrência pelo número de ofertas. Além disso, contribuímos para impulsionar a economia local de um setor bastante impactado pela pandemia”, diz a gerente da Secretaria de Administração, Carla Giani da Rocha.

A distribuição das vagas nos hotéis será pela secretaria da Saúde. Em Florianópolis, o hotel que ganhar a concorrência irá atender servidores em atuação em sete unidades de saúde, nas quais há pacientes com Covid-19: Hospital Gov. Celso Ramos, Maternidade Carmela Dutra, Hospital Infantil Joana de Gusmão
Hospital Nereu Ramos, Hospital de Caridade, Cepon e HU. Outros lotes são específicos para atender funcionários do Hospital Florianópolis e Regional de São José.

“Considerando que não há um prazo previsto para o término da pandemia, ofertar aos servidores a opção de evitarem contato com seus familiares, os resguardando de uma possível contaminação, além de oferecer melhores condições para continuarem atuando na linha de frente dos hospitais, também contribui para diminuir a proliferação do vírus no Estado”, disse o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here