Lojas Colombo compra a catarinense Feirão de Móveis

    Lojas Colombo compra a catarinense Feirão de Móveis
    Com aquisição do grupo catarinense por parte do grupo gaúcho, expansão da Colombo chegará a mais de 300 lojas físicas no Sul – Divulgação/CSC

    A Lojas Colombo comprou a empresa catarinense Feirão de Móveis, originária de Palhoça, com suas 70 lojas e um centro de distribuição de 11 mil metros quadrados, no bairro Aririú da Formiga. A compra – liderada pelo vice-presidente Eduardo Colombo e sua equipe com o aval do presidente do conselho e fundador da rede, Adelino Colombo – só depende, agora, da autorização dos órgãos competentes do setor.

    De acordo com a Colombo, a aquisição faz parte da estratégia de consolidação de expansão física nos três estados do Sul, bem como do aumento da amplitude do e-commerce em nível nacional. “Ficaremos mais robustos, chegando a 303 lojas, e aumentaremos a eficiência da logística e a agilidade na entrega dos produtos aos consumidores”, garante Eduardo.

    “Queremos aumentar ainda mais nossa qualidade e agilidade na entrega nos mercados em que estamos fisicamente, conquistando corpo nacional para o Sudeste e Nordeste”, acrescenta o neto do fundador, sr. Adelino, hoje com 90 anos. Aos 62 anos, a Lojas Colombo se mantém em fase ascendente. O Grupo Colombo alcançou faturamento de R﹩ 1,956 bilhão em 2020, resultado mais de 20% superior a 2019. No próximo dia 23, está programada a abertura de mais uma operação – em Viamão – e, nas semanas subsequentes, outras 12 serão revitalizadas, incorporando-se a mais 50 lojas reformadas desde janeiro.

    Publicidade

    Aos 39 anos, Eduardo coloca em prática uma gestão descentralizada e fundamentada na governança corporativa, na mente aberta e na quebra de paradigmas: “A pandemia aumentou o desafio da reinvenção. E o comprometimento do nosso pessoal fez com que, mais do que sobreviver, ainda nos fortalecêssemos na crise”.

    Com mais de 4 mil funcionários, a Colombo está presente em 190 municípios da Região Sul, convertendo-se na oitava rede de eletromóveis do Brasil em 2019, conforme a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo. Antes da aquisição do Feirão de Móveis, eram 242 lojas.

    Publicidade