saveiro branca estacionada em frente ao posto da prf, onde há viaturas na garagem
No sábado de manhã um motorista bêbado foi ao posto da PRF de Rio do Sul pedir ajuda com sistema de iluminação do carro; ele foi preso - PRF/Divulgação

“Infelizmente, assim como ocorreu em outros finais de semana, vários motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool”, é o que consta em mais uma nota emitida pela Polícia Rodoviária Federal em Santa Catarina, nesta segunda-feira (11/11).

Como já é de costume, os agentes fizeram diversas blitze no estado durante o fim de semana nas rodovias federais, começando na sexta-feira (8) à noite e finalizando nesse domingo (10) pela manhã. A PRF diz que mantém sua estratégia de reduzir os acidentes por meio de uma fiscalização rígida e contínua contra a embriaguez ao volante, com a realização de testes de alcoolemia, o famoso bafômetro.

No total foram flagrados 492 motoristas dirigindo sob efeito de álcool nas rodovias federais catarinenses entre 8 e 10/11. Alguns dos motoristas flagrados também se envolveram em acidentes de trânsito. 13 pessoas foram presas por exceder o limite de álcool no sangue. Dos 492 flagrantes, 61 foram em Biguaçu até sábado.

Publicidade

De acordo com a PRF, Santa Catarina continua sendo o estado que mais multa motoristas por embriaguez ao volante, “não porque o catarinense beba mais do que os motoristas dos outros estados, mas porque aqui existe uma priorização da fiscalização de alcoolemia como estratégia para redução de acidentes graves”.

A corporação afirma que a fiscalização vai continuar, inclusive no feriadão do próximo final de semana. Há uma estimativa da PRF que, com o tempo e contínuas blitze da lei seca no estado, as pessoas passem a cometer menos a infração de beber e dirigir.

Foi pedir ajuda bêbado

Houve um caso que chamou a atenção em Rio do Sul. Um homem de 65 anos compareceu ao posto da PRF por volta de 7h15 para apresentar uma caminhonete VW Saveiro, com placas de Ibirama, que está com alteração do sistema de iluminação.

Enquanto o veículo era vistoriado foi percebido que o condutor apresentava sinais de embriaguez.
Após ser submetido ao teste de etilômetro acusou 0.60 mg/l. Foi dado voz de prisão e conduzido a Delegacia de Polícia Civil de Rio do Sul.

Custo de beber e dirigir

A multa para quem é flagrado dirigindo embriagado ou se recusa a fazer o teste de alcoolemia é de R$ 2.934,70 e possivelmente ano de suspensão do direito de dirigir.

Recentemente o governador de SC, Carlos Moisés (PSL), postou levantamento em sua conta no Twitter a respeito dos flagrantes por alcoolemia. Moisés demonstrou que, em média, a pessoa que é flagrada dirigindo embriagada deve arcar com R$ 7 mil de despesa, entre a multa, apreensão do carro, curso de reciclagem no Detran e advogado, entre outras despesas menores.

Ainda neste fim de semana 2 pessoas morreram em acidentes em rodovias federais catarinenses.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here