Moisés pede à Alesc anulação de ato de Reinehr sobre verbas para estradas federais

O governador Carlos Moisés peregrinou pela Assembleia Legislativa de SC na tarde desta terça-feira (11/5) para articular as pautas de seu “novo “mandato, após se livrar dos dois processos de impeachment. Em debate com os deputados estaduais estavam a liberação de verbas estaduais para estradas federais e o início das trativas sobre reforma administrativa e da previdência.

Governador Moisés visita Alesc e pede derrubada de veto sobre rodovias federais
Governador Moisés visita Alesc e pede derrubada de veto sobre rodovias federais – Bruno Collaço/Agência Alesc/Divulgação/CSC
Verbas para estradas

O governo de Moisés decidiu, antes do segundo afastamento, que iria injetar grana estadual nas estradas federais em Santa Catarina, as quais os governo federal praticamente não avança com as obras, deixando canteiros inacabados e dezenas de acidentes provocados na rodovias de pistas simples. Com a inércia do governo brasileiro em atender as demandas de infraestrutura catarinense – problema histórico – o governo de Moisés resolveu injetar verba “própria” em obra que não seria de sua competência. A Alesc deu a autorização para tal, na ordem de R$ 350 milhões, para acelerar as obras nas BRs 470, 280 e 163.

Quando o governo federal viu que o governo catarinense iria investir o dinheiro, imediatamente cortou a verba da União para Santa Catarina, o que provocou revolta dos deputados estaduais com o governo Bolsonaro. Depois, a governadora interina Daniela Reinehr vetou a liberação de verba de SC para as rodovias, deixando então nenhum orçamento restante para tocar as obras abandonadas pelo governo federal, o que desagradou ainda mais os deputados estaduais alguns dias antes do julgamento de impeachment.

Publicidade

Agora, Moisés tenta reverter a ação de sua vice-governadora, a qual já é uma rival política. Acompanhado do chefe da Casa Civil, Eron Giordani, o governador entregou uma carta ao presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB), em que pede o apoio do legislativo para a rejeição dos vetos de Reinehr.

de nadal de moisés de pé com máscaras; da nadal faz sinal de positivo; moisés parece estar sorridente - governador pede derrubada de veto
Encontro do governador Moisés (dir.) com o presidente da Alesc, de Nadal, e demais deputados, marca reinício de articulações para novas pautas estaduais – Peterson Paul/Secom SC/Divulgação/CSC

“O dinheiro dos catarinenses, independente dele ser de um tributo estadual ou federal, é um dinheiro dos catarinenses, que é recolhido seja para os cofres do governo do estado ou federal. Que ele seja investido em rodovias estaduais, federais ou municipais, o importante é que este dinheiro beneficia os catarinenses.”

“Este momento da visita do governador ao Parlamento, discutindo projetos tão importantes para Santa Catarina, que são essas rodovias onde passam não só vidas e riquezas, consolida um novo momento para o nosso estado”, disse De Nadal.

 

Zé Milton líder do governo

Durante a reunião com os deputados, também foi oficializado o retorno do deputado José Milton Scheffer (PP) à liderança do governo na Alesc. Na opinião do parlamentar, o momento é de recuperar o tempo perdido e acelerar ações e projetos de benefício à sociedade.

“Nosso papel será de fortalecer a união e o diálogo para encaminhar soluções aos problemas da população catarinense. Já tivemos dificuldades e instabilidades suficientes neste mandato. Agora é o momento de acelerarmos, deixando as barreiras para trás, com o objetivo de construir o futuro. O momento é de harmonia entre os poderes Executivo, Legislativo e a sociedade”, afirma Scheffer.

Deputados elogiam aproximação

O prestigiado encontro entre o governador e os deputados foi marcado por demonstrações de boa vontade de ambas as partes. Segundo os parlamentares, o fato de Carlos Moisés comparecer à Alesc foi um gesto no sentido da ampliação do diálogo. Por um breve período, as autoridades também discutiram a necessidade do envio e da aprovação célere do projeto de Reforma da Previdência Estadual.

Publicidade