Nova liberação de retirada e comércio de moluscos na Grande Florianópolis

    A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural anunciou nesta sexta-feira (16), a liberação das localidades de Barra do Aririú, no município de Palhoça, e de Ponta de Baixo, em São José. Está autorizada a retirada e a comercialização de ostras e mexilhões, seus produtos e subprodutos, nessas localidades.

    Liberação parcial

    Ainda permanecem parcialmente interditadas as áreas de Fazenda da Armação, no município de Governador Celso Ramos; Sambaqui, Cacupé, Santo Antônio de Lisboa, Barro Vermelho, Costeira do Ribeirão e Freguesia do Ribeirão, em Florianópolis. Nessas localidades está autorizada a retirada e comercialização apenas de ostras.

    As ostras foram liberadas a partir de dois resultados negativos consecutivos para presença de toxina diarréica. O gerente de Pesca e Aquicultura da Secretaria da Agricultura, Sérgio Winckler, explica que ostras e mexilhões se comportam de forma diferente diante da concentrações de algas tóxicas, por isso a desinterdição é parcial.

    Publicidade

    Ainda permanece proibida a retirada e comercialização de mexilhões e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia dessas áreas.

    Publicidade

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here