Obra de estação de esgoto dos Ingleses será retomada em agosto, diz Casan

A Casan anunciou que retoma em agosto as obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Ingleses-Santinho, paralisadas desde abril.

A obra parou porque o consórcio vencedor da licitação pedia aditivo contratual em função da elevação de custos no período de pandemia, ao qual a companhia discordava. A obra deveria ter sido entregue na metade de 2021, mas por conta das demandas judiciais do consórcio Trix-Infracon a finalização só deverá ocorrer no ano que vem e com custo mais elevado ao contribuinte, que pode ultrapassar R$ 100 milhões. Segundo a Casan nos próximos dias serão definidos os novos valores exatos.

O consórcio foi vencedor da licitação pelo critério de preço mais baixo, que agora passará a ser mais caro do que a proposta mais elevada apresentada na licitação inicial, em 2015. O consórcio chegou a ser considerado primeiramente incapaz tecnicamente de fazer a obra, mas conseguiu judicialmente a liberação. De qualquer forma, produtos da construção civil encareceram o dobro no período e pelo contrato as empresas podem requerer mais dinheiro do governo para tocar a obra.

Obra de estação de esgoto dos Ingleses será retomada em agosto, diz Casan
Consórcio, que paralisou as obras em abril, conseguiu aditivo para continuar construção da estação de tratamento de esgoto – Casan/Divulgação/CSC
Publicidade

O sistema de esgotamento está em aproximadamente 80% dos 50,8 quilômetros de redes coletoras já implantados, nos bairros, em operação que iniciou há mais de dois anos. Para o sistema sanitário dos Ingleses e Santinho entrar em funcionamento falta a estação de tratamento e 20% da tubulação.

A unidade de tratamento terá capacidade de depurar 105 litros de esgoto por segundo em nível terciário, o mais efetivo e completo. Esse tipo de tratamento possibilita a remoção de matéria orgânica, fósforo e de nitrogênio do efluente.

Publicidade