Observatório Social de Florianópolis inaugura sede e apresenta planos para 2019

OSF inaugura nova sede no Centro na segunda-feira (17/12). Além da cerimônia, os diretores apresentarão os planos e ideias para 2019

homem visto de costas com camisa escrita
Programa Observador Mirim é um dos focos para o próximo ano - Foto: OSF/Divulgação

O Observatório Social de Florianópolis (OSF), que em 2018 passou por completa reorganização e reestruturação, vai ocupar uma sala no Cool2Work, no Centro.

A sede vai ser utilizada principalmente pela equipe interna da instituição, que hoje reúne mais de 70 voluntários e desenvolve ações como o acompanhamento de compras e contratações pelo poder público, projetos de educação fiscal, reconhecimento de boas práticas e de estímulo à participação de microempresas em processos licitatórios.

“Hoje temos capacidade para acompanhar e analisar aproximadamente um terço dos editais da Prefeitura Municipal e podemos dizer que já orientamos adequações que garantiram economia importante de recursos”, diz o presidente do OSF, Roberto Zardo.

Publicidade

As metas para 2019 incluem o aumento gradual no volume de processos licitatórios da Prefeitura de Florianópolis e da Câmara – para chegar próximo de 100% ao longo do ano. Também vai ser intensificado o Programa Observador Mirim e realizado hackaton de soluções que tornem mais eficiente o controle das despesas públicas da capital.

Outro foco de atenção é a aumentar a concorrência nos processos de aquisição de produtos ou contratação de serviços com a participação de microempresas em licitações, o que tende a diminuir os custos do poder público. Para isso, o observatório promoverá palestras de orientação.

O evento de inauguração na nova sede do observatório será no dia 17 de dezembro, com apresentação de planos pelos diretores.

Publicidade