camarões empilhados
Segundo a polícia, grupo atua na baía norte da Grande Florianópolis burlando a fiscalização e com modalidade ilegal de pesca - Divulgação/CSC

Nesta terça-feira (14/1), a Polícia Federal (PF) iniciou 26 mandados de busca e apreensão contra um grupo de pessoas que pesca ilegalmente camarão na baía norte da Grande Florianópolis.

Chamada de Operação Tangoneiros, por causa dos nomes das embarcações, a polícia está atrás de provas em Biguaçu e Governador Celso Ramos. Segundo comunicado da instituição, a finalidade é desarticular esse grupo criminoso, que utiliza a modalidade de pesca de arrasto.

A investigação iniciou em 6 de junho de 2019, quando uma pessoa foi presa em flagrante pelo crime de pesca ilegal. Assim a polícia descobriu que havia mais pessoas envolvidas em um esquema de “driblar” os órgãos fiscalizadores, utilizando olheiros para acompanhar e divulgar a movimentação de veículos e embarcações da PF e dos órgãos de fiscalização ambiental e, por meio de um aplicativo de comunicação, difundir as informações entre os pescadores que atuavam associados, dificultando, assim, a atuação do poder público.

Publicidade

Os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes previstos nos arts. 34 e 69 da Lei nº 9.605/98 (pesca proibida e embaraço à fiscalização, respectivamente) e no art. 288 do Código Penal (associação criminosa).

Publicidade
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here