Piscina da passarela Nego Quirido, agora aquecida, também será coberta

cobertura sendo construída sobre a piscina com mar ao fundo
Cobertura custou R$ 240 mil e será inaugurada em março - Leonardo Sousa/PMF/Divulgação/CSC

A piscina semiolímpica da passarela de samba Nego Quirido, no Centro de Florianópolis, tem duas grandes melhorias: aquecimento e cobertura.

Recentemente a Prefeitura de Florianópolis instalou o sistema de aquecimento, para permitir a utilização do local durante o ano todo. O sistema tem quatro bombas de climatização, com capacidade de elevar a temperatura da água em até 35 graus. Foram investidos R$ 149 mil nesse sistema.

Agora a prefeitura também anunciou a cobertura da piscina, com isolamento térmico e acústico e vidramento nas laterais, o que vai valorizar a vista para Baía Sul. A previsão é de inaugurar a cobertura em março, que custou R$ 240 mil.

Publicidade

Com os R$ 389 mil investidos nesses dois projetos, o prefeito, Gean Loureiro (DEM), afirma que “não é necessário investimentos astronômicos para transformar realidades”. “Não tem como mensurar o avanço social que conseguimos aqui, quando um pequeno se junta aos amigos para aprender um novo esporte ou se divertir com a família”, declara Gean.

A piscina semiolímpica do Complexo Nego Quirido foi construída em 2009 e ficou abandonada por quase dez anos. No final de 2018 passou por reforma, ao custo de R$ 40 mil, e em janeiro de 2019 foi implementado o projeto Passarela de Férias, para atender comunidades da região e dar finalmente um uso à estrutura municipal.

Publicidade