Polícia Civil investiga suspeita de corrupção na Prefeitura de Biguaçu

Polícia Civil investiga suspeita de corrupção na Prefeitura de Biguaçu
Segundo a Deic, investigação não tem relação com a administração atual e está em servidores da Secretaria de Planejamento - PCSC/Divulgação/CSC

Na manhã desta quinta-feira (17), a Polícia Civil cumpriu dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara Criminal da Região Metropolitana de Florianópolis.

A ação faz parte de diligências referentes a uma investigação que apura a suspeita de crimes contra a administração pública praticados, em tese, por empresas e servidores públicos municipais de Biguaçu, na Grande Florianópolis.

Um dos mandados judiciais foi cumprido na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão Participativa do município e o outro na residência de um dos investigados. Segundo a Polícia Civil, os fatos apurados não estão vinculados à atual gestão do município de Biguaçu.

Publicidade

A ação é da Delegacia de Polícia Especializada no Combate à Corrupção (Decor) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Segundo o delegado Rodrigo Dantas o mandado desta quinta-feira é contra um funcionário, porém a investigação apura o envolvimento de mais servidores municipais, além de empresários da cidade.

Ele explica que a gestão atual tem colaborado nas investigações. “A investigação dos supostos crimes iniciou após uma ‘provocação’ nossa quando identificamos as fraudes e a gestão atual da prefeitura passou a colaborar com informações”, diz o delegado da Deic.

Para não prejudicar a apuração dos supostos crimes o delegado não pode revelar detalhes da investigação. De modo geral o trabalho procura desvendar um esquema de facilitação de empresários na Prefeitura de Biguaçu, ainda sem um período temporal definido e se há um prejuízo ao erário municipal.

Por Lucas Cervenka – reportagem@correiosc.com.br

Publicidade