Prefeitura de Florianópolis avalia superfreezers da UFSC para estocar vacina de Covid

Superfreezers poderão ser utilizados em caso de a vacina enviada pelo Ministério da Saúde ser da Pfizer - Chaiana Muller/PMF/Divulgação/CSC
Superfreezers poderão ser utilizados em caso de a vacina enviada pelo Ministério da Saúde ser da Pfizer - Chaiana Muller/PMF/Divulgação/CSC

Representantes da Prefeitura de Florianópolis, incluindo o prefeito, Gean Loureiro, estiveram na UFSC nessa terça-feira (12/1) para avaliar os superfreezers disponilizados pela universidade para auxiliar na logisítica de vacinação de Covid.

A visita técnica analisou a logística dos espaços, acesso externo, geradores, capacidade dos freezeres e segurança. Segundo a prefeitura foi concluído que, caso o município tenha acesso a vacina da Pfizer, haverá estrutura adequada no local para comportá-la.

A princípio, a vacina seria usada para vacinar públicos prioritários conforme o calendário do Ministério da Saúde. Essa vacinação é necessária para grupos já específicos e definidos, pois após descongelada, a vacina só poderá ser utilizada em até cinco dias quando mantida em temperatura controlada entre 2 e 8 graus.

Publicidade

O prefeito iniciou conversa na semana passada com demais chefes de prefeituras da região para pensar em um plano de vacinação na Grande Florianópolis. De acordo com o governo estadual a vacinação em Santa Catarina poderá iniciar no final de janeiro, caso o Ministério da Saúde cumpra o acordo do plano de imunização ao coronavírus.

Publicidade