Programa da Fapesc vai formar 1,2 mil novos desenvolvedores

    A pandemia elevou a demanda por profissionais qualificados na área de tecnologia da informação. Santa Catarina tem neste momento mais de 2.500 vagas. Para reduzir esse déficit, que afeta principalmente as empresas do setor, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) vai investir R$ 4 milhões para formar 1.260 novos desenvolvedores.

    O Programa de Apoio a Curso de Formação de Desenvolvedores para Tecnologia de Informação – TI no Ecossistema de Inovação de Santa Catarina foi lançado na última segunda-feira (27/9), em parceria com a Associação Catarinense de Tecnologia (Acate).  Santa Catarina é destaque nacional no setor de tecnologia com 12 mil empresas, geração de mais de 60 mil empregos diretos e um setor que fatura anualmente mais de R$ 18 bilhões.

    As 1.260 vagas oferecidas para formação de profissionais de TI estão divididas entre as seis regiões de Santa Catarina. O Programa de Apoio a Curso de Formação de Desenvolvedores para Tecnologia de Informação – TI no Ecossistema de Inovação de Santa Catarina é a primeira ação desenvolvida pelo grupo de trabalho SC+TEC, criado pelo Governo do Estado para buscar soluções para o déficit de profissionais na área de tecnologia da informação.

    Publicidade