Saúde tem assembleia com indicativo de greve nesta quarta (4/4)

    Pessoas sentadas na escadaria em frente ao hospital ouvem um homem falar em pé
    Na manhã desta terça-feira (3/4), funcionários do Hospital Celso Ramos pararam as atividades por 2h - Foto: SindSaúde/Divulgação

    A categoria da Saúde em Santa Catarina pode entrar em greve nesta quarta-feira (4/4). Haverá uma assembleia às 13h30, na praça em frente ao Hemosc, em Florianópolis, que vai colocar em votação a paralisação. Ontem pela manhã, os servidores fizeram uma prévia, parando as atividades por 2 horas em 60% das unidades de Saúde da RMF e cerca de 40% em todo o Estado.

    Assim como as paralisações ocorridas nos hospitais públicos estaduais nas últimas semanas, o indicativo de greve foi decisão dos cerca de 500 trabalhadores da saúde que participaram da última assembleia, no dia 21 de março.

    As principais reivindicações da categoria são a abertura de concurso, melhorias nas condições de trabalho, reajuste do vale alimentação (de R$ 12 para R$ 24 diários) e reajuste salarial de 15,66%, entre outros sete pontos. Ontem na parte da tarde, a diretoria do SindSaúde/SC se reuniu com o secretário de Saúde, Acélio Casagrande, para iniciar uma negociação. Na assembleia desta quarta, a categoria deve colocar em pauta o que foi discutido com o secretário e aprovar ou não o início da greve.

    Publicidade
    COMPARTILHAR

    1 COMENTÁRIO