Sementes clandestinas, supostamente da China, são recebidas sem consentimento pelo correio

0

A Cidasc emitiu alerta nessa segunda-feira (14/9) no caso de recebimento de sementes não solicitadas pelo correio. Houve um caso em Jaraguá do Sul, em que a pessoa realizou a compra de um objeto de decoração através da internet e, ao receber a encomenda, recebeu também outro pacote contendo duas embalagens com as sementes clandestinas.

Já ciente desta ação em outros países, o cidadão procurou a Secretaria de Estado da Agricultura, que, por sua vez, acionou a Cidasc para realizar o recolhimento das sementes e o encaminhamento ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

dois pequenos saquinhos transparentes com sementes dentro sobre um pacote com código de barra e inscrição em chinês
Suspeita é de que empresa envie sementes como brinde para ganhar pontuação positiva em sites de comércio internacional – Gabriel Zapella/Divulgação/CSC

Estas sementes, não solicitadas, estão sendo endereçadas à cidadãos comuns, em pequenos pacotes atrelados à compra realizada, como se fossem um brinde. Em alguns casos, até mesmo pessoas que não tenham solicitado qualquer mercadoria recebem as embalagens. O conteúdo desses pacotes são sementes de diferentes espécies vegetais não identificadas.

Publicidade

Tais pacotes não vem corretamente identificados, alguns descrevem o conteúdo como joias, mas que contêm as sementes. Além disso, as embalagens possuem ainda identificação com caracteres chineses, dando a entender que a origem é naquele país.

Apesar de parecerem inofensivas, essas sementes clandestinas podem estar contaminadas e disseminar pragas e doenças e, assim, causarem prejuízos econômicos e danos do ponto de vista da defesa sanitária vegetal.

A orientação da Cidasc é para quem tenha recebido um pacote suspeito com as sementes não abra, não semeie e não jogue no lixo e sim levá-lo até um escritório da Cidasc ou do Mapa.

Casos no mundo

Países da Europa e os EUA também tiveram registro de recebimento de sementes supostamente vindas da China ou de outros países asiáticos. Algumas das sementes foram identificadas como plantas ornamentais ou verduras.

Existe uma hipótese que uma empresa chinesa de comércio internacional envie os pacotes com sementes como se fosse um brinde aos compradores de outro produto, de modo a ganhar pontuação positiva nos sites de e-commerce.

Publicidade
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here