Vereadores e secretários de São José discutem sobre invasões de terra no município

Sentados lado a lado em uma mesa com computadores, os secretários de São José falam sobre invasões de terra no município. Ao lado deles, também lado a lado, outras duas pessoas com máscara.
O secretário da SUSP e vice-prefeito, Michel Schlemper, afirmou que deve se reunir com o Ministério Público para tratar de possibilidades para conter invasões de terra. Secom/PMSJ/Divulgação/CSC

A Câmara de São José se reuniu nesta terça-feira (23/2) para discutir sobre as invasões de terras públicas e privadas no município. Além dos vereadores da casa, estiveram presentes na sessão os secretários de Urbanismo e Serviços Públicos e de Segurança de São José, Michel Schlemper e Vânio Dalmarco, respectivamente.

Schlemper, acompanhado de Dalmarco, garantiu prioridade ao trabalho de contenção das invasões de terra no município. De acordo com ele, se não houver essa prioridade o problema tende a crescer. “Nosso grande desafio no momento é frear as invasões e intensificar as operações. Vamos conversar nesta quinta-feira (25/2) com o Ministério Público para tratar de outras possibilidades, como a contratação de mais policiais da reserva para nos ajudar na fiscalização e aumentar ao máximo possível a equipe do secretário de Segurança Dalmarco”.

O secretário da SUSP ainda lembrou alguns casos de invasões ocorridas na cidade que, com ações de contenção constantes, não teriam crescido, favorecendo a aplicação de políticas públicas de habitação e organização da ocupação urbana. Sclemper, que também é vice-prefeito, adiantou que pretende buscar em outras cidades soluções tecnológicas que deram certo para ajudar a conter o ritmo da ocupação desordenada.

Publicidade

A força-tarefa organizada em São José se mantém em alerta permanente, visitando áreas e impedindo o crescimento dos bolsões irregulares. Desde janeiro, início da gestão do prefeito Orvino Coelho de Ávila, já foram realizadas diversas operações que resultaram na remoção de 45 construções irregulares em áreas como Vila Formosa; Morro da Caetana, no bairro Colônia Santana; Morro do Alemão em Potecas; e Morro Azul, no Alto Forquilhas.

Publicidade