Vereadores propõem que prefeitura de São José compre vagas na educação particular

    Tramita na Câmara de São José o Projeto de Lei 0148/2021, de autoria dos vereadores Cryslan (Novo) e Toninho da Educação (PSB), que permite que a prefeitura conceda “vouchers” na Secretaria de Educação, de modo a contemplar as crianças que aguardam na fila por uma vaga no ensino fundamental com ingresso em instituições particulares. De acordo com Cryslan a fila está atualmente em 1 mil crianças em São José.

    O projeto de compra das vagas foi aprovado nas comissões de Constituição, Justiça e Redação; Finanças e Orçamento; e na comissão de Educação e Cultura. A expectativa dos dois vereadores é que vá em breve à votação em plenário para que o modelo possa ser adotado em 2022 pela prefeitura.

    O projeto recebeu apoio do Sindicato das Escolas Particulares de Santa Catarina (Sinepe) e de diversas unidades de ensino particulares da rede de São José. Segundo o presidente do sindicato, Marcelo Batista de Sousa, “a proposição vem ao encontro dos anseios da comunidade josefense e atende necessidade social nas áreas da educação. A educação não é pública nem privada, é de todos nós”.

    Publicidade