Acidente no bairro Rio Grande deixa 391 unidades sem energia

Abalroamento de poste na Av. Rio Grande deixou as residências às escuras até à noite deste domingo - Foto: Celesc/Divulgação
Abalroamento de poste na Av. Rio Grande deixou as residências às escuras até à noite deste domingo - Foto: Celesc/Divulgação

Um abalroamento de poste na Av. Rio Grande, principal via do bairro homônimo, deixou 391 unidades consumidoras sem energia elétrica neste domingo (19/5), em Palhoça.

Um carro Renault Duster atingiu o poste na altura do número 2.321. Segundo moradores do bairro, no poste de local já aconteceram outras batidas, com casos de vítimas fatais.

De acordo com a Celesc, o acidente, ocorrido na parte da tarde, deixou reflexos até o início da madrugada em 353 imóveis no bairro Rio Grande e outras 38 na Barra do Aririú, até que as equipes conseguissem trocar o poste quebrado.

Abalroamentos de postes são comuns
Publicidade

Dados da companhia mostram que a Grande Florianópolis tem uma média superior a um abalroamento de poste por dia. Dependendo dos danos na rede elétrica – se há quebra do poste e rompimento de fiação, por exemplo – o custo material pode passar de R$ 5 mil.

Além disso, a falta de energia pode ser superior a cinco horas por ser um trabalho mais complexo, exigindo equipe especial e caminhão munck. Algumas vezes, para não ultrapassar os limites estabelecidos pela Aneel de tempo sem energia, a Celesc opta por recolocar provisoriamente no lugar do poste uma escora, conhecida entre as equipes de eletricistas como “pé de amigo”. Posteriormente a escora é substituída por um poste, em operação agendada.

Publicidade