Avanço da vacinação coloca maior parte de SC no azul em relação à Covid

    A atualização da matriz de risco do coronavírus em Santa Catarina mostra a maior parte do estado no “azul”, isto é, a classificação de risco moderado, a mais baixa entre as quatro escalas. A redução do risco geral é resultado direto do avanço da vacinação contra a Covid-19, que passou de 90% do público vacinável nesta semana.

    Avanço da vacinação coloca maior parte de SC no azul em relação à Covid
    9 regiões estão no nível moderado e 8 no nível alto de risco à Covid – SES/Divulgação/CSC

    Mantendo pela quarta semana consecutiva uma tendência de redução das taxas de transmissão e do registro de casos graves e mortes por coronavírus por todo o Estado, a matriz de risco aponta deste sábado (30/10) traz 9 regiões como risco potencial moderado (cor azul) e 8 regiões como risco potencial alto (cor amarela).

    + Melhora nos índices faz governo reconsiderar uso de máscaras

    Publicidade

    Houve melhora nos indicadores das regiões Carbonífera, Extremo Sul, Grande Florianópolis, Laguna, Meio Oeste, Serra Catarinense e Vale do Itapocu, que na semana anterior estavam classificadas como nível alto (amarelo), e passaram a ser classificadas como nível moderado (azul), se juntando as regiões do Alto Vale do Itajaí e Alto Vale do Rio do Peixe, que se mantiveram no nível moderado (azul).

    Já nas regiões da Foz do Rio Itajaí e Oeste, que na semana anterior estavam classificadas como nível moderado (azul), passaram a ser classificadas como nível Alto (amarelo), por apresentarem uma manutenção dos indicadores de gravidade e uma elevação no número de casos confirmados ao longo da semana.

    6,2 mil casos ativos

    anta Catarina tem 1.215.514 pacientes com teste positivo para Covid-19, dos quais 1.189.666 estão recuperados e 6.208 permanecem em acompanhamento. O número foi divulgado nesta sexta-feira (29). Até esta data, 19.640 mortes foram causadas pelo coronavírus. Esses números colocam a taxa de letalidade em 1,62%.

    A estimativa do Governo do Estado é que 53 municípios não tenham caso ativo algum. Considerando dados proporcionais à população, a regional com a maior quantidade de casos ativos atualmente é a de Xanxerê (132 para cada 100 mil habitantes). Na sequência, aparecem Extremo-Oeste (110) e Grande Florianópolis (100). As que menos têm são Alto Vale do Rio do Peixe (37), Meio-Oeste (38) e Alto Uruguai Catarinense (46).

    Dos 1.339 leitos de UTI Adulto existentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina, há 847 ocupados, sendo 288 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. A ocupação é de 63,3%.

    Publicidade