apreensão de carne de arraias na br 101 em joinville - foto prf
Cerca de 10 toneladas de carne de arraia foram apreendidas; eram de quatro espécies, sendo três ameaçadas de extinção - Foto: PRF/Digulgação/CSC

Policiais rodoviários federais flagraram na manhã desta quinta (13/6), na BR 101 em Joinville, cerca de 10,3 toneladas de carne de arraias de espécies ameaçadas de extinção.

Durante fiscalização a um caminhão baú placas de São Gonçalo/RJ, os policiais verificaram que na documentação da carga não havia carimbo de fiscalização agropecuária. Diante da suspeita de que a espécie de pescado fosse protegida, servidores da Cidasc (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de SC) e do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) foram chamados ao local.

Os especialistas constataram a presença das espécies Atlantoraja castelnaui (Raia-chita), Atlantoraja platana (Raia-parda), Atlantoraja cyclophora (Raia-carimbada) e Rioraja-agassizii (Raia-santa), sendo que três dessas quatro espécies são protegidas por ameaça de extinção.

Publicidade

A captura destes animais, segundo informações do Ibama, pode ter ocorrido em local onde a pesca é proibida. Estes agrupamentos de animais ocorrem geralmente no período reprodutivo e a sua grande maioria é constituída por fêmeas. A Raia-chita é típica da costa brasileira e sua população vem decaindo ao longo dos anos.

Os agentes da Cidasc e do Ibama lavraram autos de infração por irregularidades sanitárias e pela pesca ilegal. Como a carga é perecível e segundo a Cidasc encontrava-se em boas condições para consumo humano foi doada para diversas instituições beneficentes com o auxílio do Projeto Mesa Brasil, do Sesc.

carga de 10 ton de arraias apreendida em joinville sc
Suspeita é de que animais foram capturados em local proibido para pesca; Polícia Rodoviária Federal fez a apreensão – Foto: PRF/Divulgação/CSC
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here