Disciplina de Libras é incluída ao curso de formação de soldados da PM

    Aula inaugural da Disciplina de Libras, um intérprete em pé em frente à uma grande mesa com toalha vermelha, onde estão sentados a vereadora Cristina de Souza, os coronéis Dionei Tonet e Fábio José Martins, e o professor Deonísio Schmitt da UFSC. 
    PMSC/Divulgação/CSC

    A Aula Inaugural da Disciplina de Libras, na modalidade de Educação a Distância (EAD) do Curso de Formação de Soldados (CFSd) da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) foi realizada na tarde desta quarta-feira, 25. Foi a primeira vez que a aula foi oferecida à um curso de formação militar e foi ministrada pelo professor Deonísio Schmitt, coordenador do Departamento de Libra da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A transmissão da aula inaugural foi transmitida para todas as 18 equipes do CFSd 2020.

    Desde meados de agosto deste ano, a PMSC, por meio da Diretoria de Instrução e Ensino, vem negociando para  promover a disciplina de Libra no CFSd 2020. Já o Departamento de Libras da UFSC, a presidência da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da Pessoa com Deficiênca da Câmara Municipal de São José e a PMSC firmaram parceria, desde 2019.

    Para o coronel Dionei Tonet, comandante-chefe da PMSC, o projeto é muito importante para a formação de novos policiais. “Apesar da pandemia, pensou-se em expandir essa importante qualificação também aos alunos soldados em formação. A forma de ministrar a disciplina por EAD, com de 30 horas de aula no total, atende totalmente ao que precisamos no plano de ensino do curso do CFSd”, afirmou.

    Estrutura

    Publicidade

    O Coronel Fábio José Martins, diretor da Faculdade da Polícia Militar de Santa Catarina, disse que o novo curso inaugurado está estruturado para atender às demandas mais urgentes e às situações mais comuns envolvendo pessoas surdas e PMSC. Desta forma, a abordagem a pé em pessoa surda; a abordagem de fiscalização de trânsito em pessoa surda; a abordagem veicular a pessoa surda em operação de barreira ou em situação de suspeição e, a abordagem a pessoa surda no curso de busca domiciliar, foram escolhidas como os principais a serem ministrados.

    Essas abordagens contaram com o auxílio de intérpretes em libras e foram estruturadas e documentadas em quatro vídeos por um grupo de cadetes do curso de formação de oficiais. Posteriormente, os vídeos serão disponibilizados a todos os policiais da PMSC por meio da intranet e adicionado ao manual técnico da Polícia Militar.

    Vereadora Cristina de Souza, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara Municipal de São José, também esteve presente à solenidade.

    Publicidade

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here