Farmácia de vereador é atingida por pedra em Florianópolis 

Ele é relator da comissão que avalia o pacote de reformas na Comcap e acusa o sindicato pelo ataque

Homem jogou pedra na farmácia do vereador Renato Geske e fugiu em carro. Ninguém ficou ferido. Divulgação/CSC

Por Ana Ritti – redacao@correiosc.com.br

A farmácia do vereador Renato Geske (PSDB), localizada na Lagoa da Conceição, foi atingida por uma pedra nesta quarta-feira (20/1). Ele fala que a ação tem envolvimento de funcionários do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem). Renato da Farmácia, como é conhecido, é relator da comissão especial que avalia o pacote de reformas do prefeito Gean Loureiro, que entre as propostas estão alterações que atingem a Comcap. Os servidores da Comcap entraram em greve ainda ontem contra as medidas.

O vereador explica que um carro parou em frente à farmácia e um homem jogou uma pedra no vidro do estabelecimento, fugindo em seguida. “Tudo isso em função de me intimidar. Porque eu sou relator de seis projetos do pacote que o prefeito enviou à Câmara”, explica. Testemunhas e câmeras identificaram o carro e ninguém ficou ferido. De acordo com o vereador o carro pertence à familiar de funcionário da Comcap.

Publicidade

Em áudio o vereador diz que as medidas serão aprovadas apesar da intimidação. “Vamos regularizar a situação da Comcap para o futuro. Toda hora estamos à mercê de greve salarial para ganhar penduricalho e é uma vergonheira isso. Tudo que foi feito com a Comcap até hoje, pelos dirigentes, sindicalistas, prefeitos, todos têm culpa”.

Em nota à imprensa, o Sintrasem afirma que a direção do sindicato “desconhece qualquer ação do tipo, sendo informada pela imprensa”, e acrescenta que todas as ações do sindicato são públicas.

Publicidade