Governo estadual confirma 68 casos de Covid-19 em SC

Governador fala que o rol de serviços essenciais será ampliado e haverá regulamentação de quantidade de funcionários trabalhando

0

Santa Catarina tem 68 casos confirmados do novo coronavírus, conforme o boletim divulgado pelo governo estadual na noite deste domingo (22/3). Até à manhã eram 57 confirmações, curva de infecções que pode indicar que as medidas de isolamento social estão funcionando no estado.

Os municípios com casos confirmados (por localidade de notificação) são: Florianópolis (10), Braço do Norte (7), Itajaí (7), Criciúma (7), Tubarão (6), Balneário Camboriú (6), Blumenau (6), Joinville (4), Rancho Queimado (2), Imbituba (2), Chapecó (2),  São José (3), Jaguaruna (1), Jaraguá do Sul (1), Navegantes (1), Pomerode (1), Lages (1) e Gravatal (1).

Mensagem do governador

Em áudio, o governador, Carlos Moisés (PSL), solicitou que as pessoas continuem fazendo o isolamento social, porque há casos suspeitos em todo o estado. “As atividades de repressão e fiscalização para a determinação do governo de isolamento social geraram 1.735 estabelecimentos fechados pela Polícia Civil e 3 conduções à delegacia de polícia. A Polícia Militar gerou 7.256 intervenções, gerando 838 ocorrências policiais”, disse Moisés. Das ações da PM, resultaram 98 estabelecimentos interditados.

Publicidade

Moisés pediu também ao Ministério da Defesa auxílio para controle nos acessos dos aeroportos em Santa Catarina e nas fronteiras. “A nossa parte estamos fazendo e estamos solicitando ajuda das forças armadas no sentido de garantir a segurança aqui em Santa Catarina”, disse o governador.

Ampliação dos serviços essenciais

Ele ainda falou sobre uma portaria que será publicada nesta segunda-feira (23/3) a respeito da quantidade mínima de funcionários para manter os estabelecimentos permitidos nesse momento funcionando. Outra portaria deve ampliar o rol de serviços considerados essenciais nesse momento, e que poderão voltar a operar. Essa portaria também vai delegar ao centro de emergência do governo demais casos omissos, para avaliar se terão permissão para funcionar. Segundo Moisés, essas portarias também visam fazer com que a agroindústria catarinense permaneça ativa.

+ Governo do Estado pagará valor máximo aos hospitais filantrópicos durante pandemia
+ Casos de coronavírus no Brasil chegam a 1,5 mil, com 25 mortes
+ Como foi a primeira sessão virtual da história da Alesc

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here