Hospital Infantil deverá contratar médico geneticista

    Fila de crianças à espera de consulta com especialista passa de 1 mil

    O Estado de Santa Catarina tem 120 dias para contratar permanentemente médico geneticista para o Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, que tem mais de mil pacientes em fila de espera. Esse é o teor da medida liminar obtida pelo MPSC.

    A ação foi ajuizada em 2018 pela 10ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital, que identificou a existência de uma longa fila de espera para consulta com médico geneticista – especialista em doenças raras e potencialmente comprometedoras, que exigem diagnóstico precoce para um tratamento eficaz.

    Quando ação foi proposta, a fila de espera era de 255 crianças e adolescentes. Atualmente, já há 1.059 pacientes aguardando consulta e há apenas um médico geneticista atendendo no hospital, que é referência na especialidade para todo o Estado.

    Publicidade