Investigações da Polícia Civil em São José resultam na condenação de sete homens

Duas investigações da Divisão de Investigação Criminal (DIC) em São José, especializada da Polícia Civil, resultaram até agora na prisão de sete homens por diferentes crimes, a maioria jovens com idades entre 19 e 23 anos. As decisões foram proferidas recentemente pela 1ª Vara Criminal de São José (em 23/7 e 10/8).

Um dos casos foi em 29 de maio de 2020 na Fazenda Santo Antônio, quando um gerente de empresa de equipamentos de refrigeração foi assaltado a mão armada quando ia depositar um malote com dinheiro dos negócios. Ele foi abordado por dois homens, que aguardavam em um carro, e rendido. O gerente reagiu à tentativa de assalto e um dos ladrões desferiu vários tiros em sua direção. O gerente foi ferido e os indivíduos levaram somente parte do dinheiro que havia no malote. Em novembro a DIC consegui reunir todas as provas necessárias para a prisão de cinco envolvidos na tentativa de latrocínio. A decisão da vara criminal foi de penas de 20 anos de prisão para quatro dos criminosos. Outro indiciado teve seu processo desmembrado e ainda será julgado.

Outro caso, na Colônia Santana, resultou na prisão de três homens por latrocínio. De início as testumunhas apontavam que se tratava de um crime de homicídio, quando dois homens mataram a vítima após uma discussão no interior de sua residência. Depois a DIC descobriu que se tratava efetivamente de um latrocínio, já que foi descoberto que o roubo da motocicleta da vítima foi planejado foi para pagar a dívida de um dos envolvidos com uma facção criminosa. Para roubar, cometeram o assassinato. Dois homens foram condenados a 30 anos de prisão cada e um terceiro a 22 anos.

Publicidade

O delegado Willian Salles afirma que “a DIC de São José reitera seu compromisso de continuar atuando em prol da sociedade josefense, combatendo com veemência a criminalidade em todas as suas formas”.

Publicidade