A foto mostra uma pistola preta que foi encontrada nas buscas pelo líder de uma facção criminosa, preso nesta quarta pela polícia federal
Arma apreendida na busca pelo líder da facção criminosa. Polícia Federal/Divulgação/CSC

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quarta-feira (23/6), na cidade de Maringá, uma das principais lideranças de uma facção criminosa de atuação nacional e internacional. Jonas Silva Correa, o Gordão, seria chefe de uma facção criminosa com atuação na região Sul. A prisão se deu em cumprimento ao mandado de busca de apreensão e prisão preventiva expedidos pela vara criminal da região metropolitana da comarca de Florianópolis. Nas buscas, foram localizados uma pistola Glock 9mm com carregadores estendidos e um revólver calibre 32.

O indivíduo já havia sido preso no em 2015 por tráfico de drogas, mas foi resgatado dois anos depois por comparsas enquanto era escoltado para atendimento médico em Biguaçu. O líder da facção criminosa foi recapturado em 2019, pela Polícia Federal e Civil, em Itapema e no ano seguinte colocado em liberdade por um habeas corpus do STF. Após reforma da decisão no pleno do tribunal, teve novamente sua prisão preventiva decretada em dezembro de 2020, estando foragido desde então. Além do crime de tráfico de entorpecentes e organização criminosa, o preso vai responder por flagrante de posse de arma de fogo.

Arma apreendida na busca pelo líder da facção criminosa. Polícia Federal/Divulgação/CSC
Publicidade