Mapa da Covid em SC mostra piora com novo recorde de casos ativos

    A matriz de risco à covid divulgada neste sábado (29/1) aponta 15 regiões classificadas como risco potencial alto (cor amarelo) e duas no nível de risco moderado (cor azul), o que significa uma piora em relação ao mapa da semana passada. Durante a semana houve novas quebras de recorde casos ativos de coronavírus. No momento são mais de 78 mil pessoas infectadas.

    Matriz de Risco Regionalizado aponta 15 regiões no nível alto (amarelo) e duas no nível moderado (azul) – SES/Divulgação/CSC

    Em um comparativo com o relatório divulgado na semana anterior, apenas as regiões Alto Uruguai Catarinense e Extremo Oeste se mantiveram estáveis, permanecendo no nível Moderado (azul).

    Houve piora nos indicadores das regiões Médio Vale do Itajaí e Xanxerê, que na semana anterior estavam classificadas no nível moderado (azul) e passaram a ser classificados no nível alto (amarelo), juntando-se às regiões do Alto Vale do Itajaí, Alto Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Extremo Sul Catarinense, Foz do Rio Itajaí, Grande Florianópolis, Laguna, Meio Oeste, Nordeste, Oeste, Planalto Norte, Serra Catarinense e Vale do Itapocu que se mantiveram no nível alto.

    Publicidade

    Os resultados do mapa de risco refletem o aumento no número de casos confirmados de Covid-19 notificados nas quatro primeiras semanas de 2022, que tiveram reflexo na dimensão transmissibilidade, que monitora o número de casos ativos que foram notificados no período e a velocidade de transmissão. Todas as regiões do Estado estão classificadas no nível gravíssimo (vermelho), com o número de casos ativos alcançando 78.287 casos em todo o Estado, o maior registrado desde o início da pandemia.

    + Cidades da Grande Florianópolis tem 77% da população imunizada

    Publicidade