copa américa - brasil e venezuela - foto lucas figueiredo cbf
Brasil e Venezuela no placar em branco pela Copa América - Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Estádios vazios

Além de não empolgar o torcedor brasileiro, existe também a estupidez dos organizadores em querer cobrar preços absurdos em jogos que não atraem ninguém nesta Copa América. Os preços cobrados para os torcedores assistirem verdadeiras peladas de fim de semana são abusivos, fazendo com que tenhamos estádios vazios. O que estamos observando é 10 mil de gatos pingados aqui, outros tantos mil acolá e assim vai. Esse negócio de dizer que o Brasil é o país do futebol é pura hipocrisia, já deixamos de ser faz tempo. Com essa atitude ilógica de cobrar o preço médio de ingresso a R$ 450, essa cacalhada da Conmebol e da organização do certame fizeram o verdadeiro torcedor se afastar dos estádios. É muito estranho ver estádios vazios num país como o Brasil que adora o futebol. Pura incompetência da cartolagem.

Nos enganando

A estreia da Seleção Brasileira diante da fraca Bolívia até que foi boa, vencemos por 3 a 0 ao natural. Depois disso, o encontro contra a Venezuela mostrou com exatidão que esta seleção não empolga ninguém, a ponto de ser vaiada pelo torcedor brasileiro. Contra os venezuelanos os comandados de Tite apresentaram um futebol burocrático, lerdo, razoável e desapontado. É um amontoado de jogadores sem uma jogada ensaiada, um time sem padrão técnico e com muitos toquinhos sem objetivos. Esse futebol apresentado por nossa seleção é tão desagradável como são as entrevistas coletivas do seu treinador. Tite está nos enganando.

Laranja com maçãs

Dai a Marta o que é de Marta. Ela é com certeza a maior jogadora de futebol feminino de todos os tempos. Agora, querer comparar a nossa rainha com Klose ou outros astros do futebol mundial é pura impolidez de alguns destes “entendedores” do nosso pobre futebol. Marta é extraordinária no seu campo, é pioneira e assoladora de padrões. Mas querer compará-la a Klose é inaceitável. É o mesmo que querer comprar o vinagre com o vinho, a laranja com maçãs. Querer colocar o feito dela como maior que o do alemão é fazer o público engolir algo goela abaixo. Eu defendo, e sempre que posso estou junto do futebol feminino, que por aqui é mal e porcamente valorizado. Só que tem um certo segmento da nossa desventurada mídia esportiva que não dá pra engolir.

Publicidade

Maldita Zona

Na lanterna do Brasileirão, o Avaí aproveitou a paralisação para a Copa América e resolveu mudar o comando técnico da equipe. Depois de um ano e 28 dias – quando conquistou o campeonato catarinense e levou o clube para a elite do futebol brasileiro – Geninho foi exonerado do posto. A diretoria avaiana agiu rápido no mercado e trouxe para a Ressacada Alberto Valentim, que já foi modelo, com a missão de tirar o Leão da maldita zona. O último trabalho do ex-modelo foi no Vasco da Gama, onde conquistou a Taça Guanabara. Valentim chegou em Florianópolis para o delírio da torcida feminina e o êxtase de alguns “meninos” da nossa imprensa, que ficaram admirados com a beleza do treinador.

Não acaba mais

Não é notícia velha. Pra quem já foi oito vezes campeão consecutivo catarinense, o JEC está longe de sair da crise que assola um dos nossos principais clubes. A situação do Joinville é tão complicada que tem jogadores pedindo para serem dispensados. O vai e vem de atletas parece ter virado rotina no clube. Os jogadores que foram dispensados estão alegando atrasos nos salários, direitos de imagem e outras obrigações trabalhistas. O número de jogadores a serem demitidos ainda é incerto. Isso só irá aumentar a necessidade do clube para a contratação de jogadores para a temporada de 2020. O JEC entrou numa crise que não acaba mais.

Eu fico

A paralisação do futebol brasileiro em função da Copa América está fazendo efervescer o mercado bola. E por aqui não podia ser diferente. Enquanto um perde o seu treinador, por pouco o Figueirense também não vê o seu comandante abandonar o barco. Claro que não é pela campanha que vem fazendo nessa temporada. O técnico Hemerson Maria recebeu uma boa proposta de trabalho no mundo árabe, mas resolveu manter os pés por aqui. Hemerson é do tipo do profissional que nunca deixou de cumprir um contrato com todos os clubes por onde passou. Mesmo sendo uma boa proposta para deixar o clube alvinegro, o treinador mandou um recado para o torcedor alvinegro: “Se é para o bem todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que eu fico”.

Drops da arquibancada
  • Dá gosto de ver Cavani e Suárez jogarem pela seleção uruguaia. São jogadores que jogam com alma e garra, defendem a camisa celeste com a mesma disposição que defendem os seus clubes. Diferente de alguns astros que não estão nem aí para seus países.
  • A demissão de Geninho já era anunciada. Há doze jogos sem saber o que é ganhar uma partida, o Leão da Ilha soma apenas quatro pontos oriundos de 4 empates e segurando a lanterna deste Brasileirão.
  • Não entendi o porquê do filho de Tite, que é seu auxiliar na seleção, dar orientações a Everton antes de entrar em campo. Se Tite é o comandante, nada melhor o treinador orientar o seu jogador. Uma atitude estranha que inverte os valores.
  • Enquanto o Brasileirão fica parado os clubes se movimentam atrás de reforços. Brevemente o lateral Rafinha irá se apresentar ao Flamengo. A chegada do jogador que defendia o Bayern fará com que o Mengão possa dispensar Pará ou Rodinei. Pará é muito contestado pelo torcedor.
  • O experiente lateral-direito Maicon, que já disputou as Copas do Mundo de 2010 e 2014, e que é o principal nome do time do Criciúma, pode estar com seus dias contados no Tigre. Maicon poderá deixar o clube de forma amigável.
amigos na copa américa
O ex-zagueiro Agnaldo Liz, com os ex-jogadores Alex, César Sampaio e Oseas, sendo homenageados pelo Palmeiras em São Paulo. Aguinaldo é um autêntico manezinho de Florianópolis. – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/CSC
Cartão rosa/vermelho

Cartão rosa para a palhocense Monica Prim, que há mais de 16 anos vem arrebatando fãs por toda Santa Catarina com a sua personagem Maricotinha. Dona Maricotinha é uma personagem autenticamente manezinha, com um linguajar que infelizmente está ficando cada vez mais raro de se ouvir. No último domingo fui recepcionado por um casal na cidade de Lages, e a esposa dele se declarou uma fã de dona Maricotinha. Dá gosto de ver e ouvir os vídeos nas redes sociais de dona Maricotinha.

Cartão vermelho para a falta de manutenção nas faixas de pedestres de nossa cidade. Tem certas avenidas com locais que são muito necessários para a população, mas simplesmente com a sinalização totalmente apagada. Em alguns locais já ocorreram até mesmo acidentes por conta disso. São tragédias anunciadas e quem comanda este departamento não estão nem aí.

Pensamento do Bambi

Chifres são iguais a diabetes: alguns morrem sem saber que têm, outros descobrem e passam a vida inteira controlando.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here