Moisés dá posse a novo secretário, Luciano Buligon, no Desenvolvimento Econômico

Moisés dá posse a novo secretário, Luciano Buligon, colocando um broche em sua lapela; painel de logos do governo sc ao fundo
Buligon assume uma das principais pasta do governo estadual - Julio Cavalheiro/Secom SC/Divulgação/CSC

Luciano José Buligon é o novo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável. O governador Carlos Moisés deu posse ao novo titular da pasta, na tarde desta segunda-feira (8/2) em ato no sede do Governo do Estado, em Florianópolis. O secretário de Estado da Administração, Jorge Tasca, o subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli e a filha mais nova de Buligon acompanharam.

Em seu pronunciamento, Luciano Buligon empenhou trabalho e lealdade à frente dos desafios e projetos da SDE. “Este momento dispensa discurso, quero somente reafirmar meu compromisso com muito trabalho e lealdade ao projeto do governador Carlos Moisés, que já demonstrou o quanto vem alcançando resultados incríveis para Santa Catarina”, afirmou Buligon.

Luciano José Buligon é advogado, especialista em Direito Constitucional, graduado em Direito pela Universidade da Região da Campanha em Bagé, Rio Grande do Sul. Procurador de carreira do município de Chapecó, foi o prefeito mais bem votado da história política do município, com 62% dos votos. Recentemente, presidiu a Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina (Amosc); o Consórcio Iberê e a Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento.

Publicidade

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) centraliza, em um mesmo órgão, ações de ciência, tecnologia, inovação, energia limpa, defesa do consumidor, emprego, e desenvolvimento econômico.

Está vinculada à SDE, a Secretaria Executiva do Meio Ambiente (administração pública direta) e na administração indireta estão vinculados os seguintes órgãos: IMA, Aresc, Jucesc, Imetro-SC e Fapesc. O trabalho da SDE tem o objetivo de promover o equilíbrio ambiental e o crescimento econômico sustentável, gerando emprego e renda, assim como apoiar a instalação de empresas no Estado e atrair novos investimentos, garantindo o crescimento econômico com base nos princípios da sustentabilidade.

Mudanças no secretariado

Essa é a quarta mudança recente no secretariado do “novo” Moisés, após a absolvição no impeachment da equiparação salarial e o pacto político com a Alesc. O governador passou trocar os comandos técnicos por nomes políticos. Recentemente foram trocados os secretários de educação, desenvolvimento social e o presidente do IMA.

Publicidade