Palhoça e Biguaçu vacinam população de 28 anos

    Confira os locais e horários de vacinação

    Palhoça e Biguaçu começam a vacinar contra Covid-19 a população de 28 anos, além de outros grupos prioritários e aplicação de segunda dose. Confira locais e informações de imunização nos municípios.

    PALHOÇA

    Nesta quarta-feira (11), a Prefeitura de Palhoça inicou a vacinação contra a Covid-19 em pessoas com idade a partir de 28 anos. A aplicação da segunda dose e a imunização das faixas etárias já atendidas e dos públicos prioritários já anunciados também segue normalmente.

    A imunização pode ser realizada de segunda a sábado, na Estação Palhoça, entre as 9h e as 16h; no posto de vacinação da Praia da Pinheira, das 9h às 13h; ou no posto de vacinação do Shopping ViaCatarina, das 9h às 16h.

    Publicidade

    No momento da vacinação, é preciso apresentar a carteira de identidade ou um documento com foto, o número de cadastro na Unidade de Saúde, o Cartão Nacional do SUS e um comprovante de residência nominal.

    Biguaçu realiza maratona de 12 horas para aplicação da primeira dose em pessoas a partir dos 28 anos
    Biguaçu realiza maratona de 12 horas para aplicação da primeira dose em pessoas a partir dos 28 anos – Fernando Mendes/PMB/Divulgação/CSC
    BIGUAÇU

    Nesta quinta-feira (12) a Prefeitura de Biguaçu realizará uma maratona de 12 horas para aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid. O público-alvo será o de pessoas com 28 anos ou mais. Na mesma oportunidade será dada continuidade à vacinação para trabalhadores industrias acima dos 18 anos. Gestantes, puérperas, lactantes e demais grupos remanescentes também poderão se vacinar.

    Os pontos serão o drive-thru na Univali, bairro Universitário, e o local reservado para pedestres será no auditório da Biblioteca Pública Municipal, bairro Centro. O horário programado é das 9h às 21h. A prefeitura alerta que a fila poderá ser encerrada antes do horário previsto conforme as doses disponíveis.

    Os documentos solicitados são:

    • Pessoas com 28 anos ou mais – documento de identificação com foto, CPF, Cartão Nacional do SUS (se tiver) e comprovante de residência.
    • Trabalhadores da indústria – documento de identificação com foto, CPF e Cartão Nacional do SUS (para quem possuir), comprovante de residência, comprovante de atuação profissional, que pode ser a carteira de trabalho, crachá funcional ou contracheque e cópia da declaração da empresa com indicação da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) e sua descrição, que ficará retida para auditoria.
    • Grupos remanescentes – documento de identificação com foto, CPF, Cartão Nacional do SUS (se possuir), comprovante de residência e cópia de um documento que comprove a condição de público-alvo. Gestantes, puérperas e lactantes ainda devem levar declaração ou atestado médico com indicação da vacina contra o Coronavírus.

    Quem for se vacinar e quiser contribuir com a campanha Vacinação Solidária, leve um quilo de alimento não-perecível. A sua doação ajudará famílias em situação de vulnerabilidade no município.

    Publicidade