Polícia elucida latrocínio de pescador em Palhoça e apreende adolescente

Quatro homens invadiram uma casa na Enseada de Brito, Palhoça, em abril desse ano para torturar e roubar um homem de 62 anos, chegando ao latrocínio.

Dois desses homens são menores de idade. Um deles foi preso pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (8/10), no Morro do Avaí, em São José.

Polícia elucida latrocínio de pescador em Palhoça e faz apreensão de adolescente
Homem de 62 anos foi torturado a pauladas até a morte em casa por quatro indivíduos; um foi preso – PC/Divulgação/CSC

A Divisão de Investigação Criminal de Palhoça, da Polícia Civil, e o IGP iniciaram as investigações na residência logo após o crime, em 17 de abril. O trabalho revelou que foram quatro indivíduos responsáveis pelo assassinato e todos foram identificados, incluindo a motivação (dinheiro da vítima) e o veículo usado na fuga.

Publicidade

A vítima foi um pescador de 62 anos encontrado morto em sua residência. Estava com a boca amordaçada e apresentando sinais de ferimentos pelo corpo provocados por batidas de objeto contundente. A PC descobriu que os assassinos tinham a informação de que o homem receberia uma quantia de dinheiro, por isso tentaram roubá-lo.

No final de setembro, após receber o inquérito policial elaborado pela DIC de Palhoça, a Justiça estadual decretou as prisões preventivas dos investigados e as apreensões dos adolescentes envolvidos. Três seguem foragidos.

Publicidade