Prefeitura de Palhoça cede terreno para horta comunitária no Brejaru

    A prefeitura de Palhoça e o Instituto Saber e Recriar firmaram parceria para a criação de uma horta comunitária no bairro Brejaru. O terreno fica próximo ao local onde está instalado o instituto, que vai organizar e administrar a horta. A ideia é utilizar as hortaliças cultivadas para a alimentação da comunidade. O projeto tem apoio apoio da secretaria municipal de agricultura, da Fundação Cambirela do Meio Ambiente (Fcam) e da Epagri.

    A estruturação do terreno da horta comunitária, com marcadores de limites e roçagem, será feita pela Fcam. De acordo com o secretário de agricultura de Palhoça, Adelino Machado, “a preocupação com a sustentabilidade de projetos sociais e o fomento da ajuda às comunidades é uma preocupação do executivo. Tenho certeza que as mulheres do Brejaru, em parceria com a prefeitura de Palhoça, vão fazer um trabalho magnífico”.

    Em volta de uma mesa, nove pessoas estão reunidas e usando máscaras. A ONG e a prefeitura firmaram acordo para a cessão de um terreno para a horta comunitária do brejaru.
    A ideia da ONG é utilizar as hortaliças cultivadas para a alimentação da comunidade. PMP/Divulgação/CSC

    A organização não governamental Instituto Saber e Recriar é voltada para as mulheres do Brejaru e Frei Damião. Mara, responsável pelo projeto mulheres em ação, ressalta que “o instituto conta hoje com mais de 350 mulheres que se organizam para formar feiras e cursos. São aulas de costura, culinária, como fazer maquiagem, unhas cabelos, tudo voltado para o empoderamento feminino”. O projeto ainda conta com aulas de alfabetização para as mulheres da comunidade, cerca de 15 delas são ensinadas pela professora voluntária da Faculdade Municipal de Palhoça.

    Publicidade