Problema em contrato adia prova de ACTs do estado para dezembro

    Concurso tem cerca de 76 mil inscritos; nova data ainda não está definida

    prova de acts em sc adiada para dezembro -close em braços de mulher escrevendo em caderno sobre carteira
    Prova tem cerca de 76 mil inscritos para atuação na rede estadual de educação em 2022 – SED/Divulgação/CSC

    A aplicação da prova do processo seletivo para contratação de professores em caráter temporário (ACT) para 2022, marcada para o próximo final de semana, foi adiada para dezembro. De acordo com a Secretaria Estadual da Educação (SED), a mudança foi necessária porque houve grande número de inscritos na seleção e de “imprevistos que ocorreram ao longo do processo”.

    O que ocorreu foi que a empresa que realiza o certame não aceitou a quantidade de inscritos e os custos adicionais para aplicação de mais provas e pedia um aditivo de contrato, o que a SED acabou não contemplando e, assim, suspendeu o contrato.

    Dados do governo apontam que esse é um dos mais disputados concursos de SC. Foram 75.995 pessoas que se inscreveram para a candidatura de ACT. Na avaliação do governo a grande procura pelos cargos se deu por conta do aumento salarial na educação; profissionais que trabalham 40h e tenham doutorado, por exemplo, receberão R$ 5 mil mensais aproximadamente. Para as demais cargas horárias e qualificações, os vencimentos são proporcionais. A medida foi anunciada pelo governador, Carlos Moisés, em junho e aprovada na Assembleia Legislativa em agosto.

    Publicidade

    Conforme a secretaria, o edital retificado com o cronograma atualizado do processo seletivo, incluindo a nova data de aplicação da prova, deve ser publicado nos próximos dias no site, mídias sociais e demais canais oficiais da SED.

    Os candidatos que se inscreveram e realizaram o pagamento dentro do prazo estabelecido pelo edital anterior já estarão habilitados a participar do processo seletivo, sem a necessidade de nova inscrição. Já os candidatos que não puderem comparecer na nova data de aplicação da prova, poderão solicitar o ressarcimento integral da taxa de inscrição.

    Por Lucas Cervenka – reportagem@correiosc.com.br

    Publicidade