Retorno dos torcedores aos estádios foi um gol de placa

poucos torcedores do figueirense an arquibancada do estádio orlando scarpelli
Em noite de reencontro com a torcida, Figueira vence o Juventus no Scarpelli Foto: Patrick Floriani/FFC/Divulgação/CSC
Musica fandangueira

A morte trágica do cantor Airton Machado deixou uma multidão de fãs e simpatizantes consternados por todo o Brasil. Airton Machado, que era irmão do também cantor Ivonir Machado, foi o fundador e principal vocalista do grupo Garotos de Ouro, uma banda que divulgava a boa música fandangueira gaúcha. Seu corpo foi cremado em Criciúma, já que ele morava em Içara, e suas cinzas foram enviadas para a cidade de Cruz Alta/RS, terra natal do bom músico.

Sendo polêmico

O atacante Neymar continua sendo polêmico dentro e fora das quatro linhas. Depois que ele escreveu em suas redes sociais que iria ultrapassar Pelé na artilharia, está dando o que falar. Algumas pessoas anônimas e outras famosas aproveitaram para alfinetar o jogador do PSG. A atriz Patrícia Pillar e cantora Zélia Duncan ficaram indignadas com o jogador.

Gol de placa

A FCF e os clubes de futebol profissional catarinense tiveram uma grande conquista junto às autoridades sanitárias de Santa Catarina. A federação divulgou nessa semana um documento que podemos chamar de protocolo de recomendação para o retorno do torcedor aos estádios. Na quarta-feira (15) os estádios começaram a receber até 30% de sua capacidade de torcedores. Para poder acessar as arquibancadas em dia de jogo o torcedor deverá comprovar que está plenamente vacinado e quem não está deverá apresentar o teste antígeno sem reagente. Isso sim foi um belo gol de placa.

poucos torcedores do figueirense an arquibancada do estádio orlando scarpelli
Em noite de reencontro com a torcida, Figueira vence o Juventus no Scarpelli
Foto: Patrick Floriani/FFC/Divulgação/CSC
Precisando da vitória
Publicidade

Diante do São José/RS o Figueirense foi um time mais ostensivo, tipo aquele time que entra em campo com vontade e com o objetivo de conquistar a vitória. O time pisou no belo gramado do Scarpelli com esses propósitos e mereceu o triunfo. A conquista dos três pontos ajudou o Figueirense a se manter vivo por uma das vagas na terceirona brasileira. Se vencer o Botafogo em Ribeirão Preto, jogará a partida final contra o Criciúma em casa precisando da vitória. Serão dois jogos em que os jogadores irão se entregar de corpo e alma.

Momentos de nostalgia

Na manhã ensolarada do último domingo (12/9), o Figueirense e a diretoria do Master alvinegro proporcionaram a este velho escriba momentos de nostalgia. Nesse dia o clube alvinegro reuniu dezenas de ex-jogadores que vestiram a camisa alvinegra nos cem anos de existência. Foi um encontro de gerações que culminou com a realização de dois jogos no belo gramado do Orlando Scarpelli. Por lá pude matar a saudade de vários amigos que a bola me deu. Entre eles estavam Sergio Lopes, Osmari, Balduíno, Cabral, Bira Lopes, Soliz, Ricardo, Perivaldo, Paulo Sérgio, Fernandes, Aldrovani, Olavo, Edson Neri e tantos outros que fazem parte da minha história.

Não pode vacilar

O Avaí terá pela frente três jogos contra candidatos diretos para o retorno à elite do futebol brasileiro. Irá enfrentar o Remo no Pará, o Goiás na Ressacada e o CRB em Alagoas. Não podemos deixar de falar da boa campanha do Leão nessa Série B, mas o que deixa o torcedor irritado é a oscilação do time em alguns jogos. A partir de agora todo o elenco deverá estar focado no acesso e, por que não, na conquista do título. Para que isso aconteça tem que buscar as vitórias dentro da Ressacada e fora de Florianópolis. Todos os jogos são fundamentais para alcançar esses objetivos. Daqui pra frente o time não pode vacilar.

Bem me quer, mal me quer.
  • Barra e Camboriú já começaram a grande decisão da segundona catarinense. O grande jogo final irá acontecer neste domingo (19), no estádio Robertão, em Camboriú. O Barra é o único invicto desse certame.
  • O presidente Francisco Battistotti não está tendo vida fácil no comando do Avaí. O homem sofreu mais uma derrota na Comissão Permanente do Conselho Deliberativo e poderá pegar um “gancho” ou até mesmo o impeachment.
  • O destaque do jogo entre Bangu e JEC, no sábado (12), no estádio Moça Bonita, foi a arbitragem, mas de forma bastante negativa. O Joinville, mais uma vez, foi prejudicado ao ter o seu gol da vitória anulado pela arbitragem de maneira “estranha”. Renan Oliveira recebeu na área e marcou em posição legal. Um erro de arbitragem que jamais poderia anular um gol legal.
  • Em reta final da terceirona brasileira, o técnico Jorginho vem preparando o time para encarar o Botafogo em Ribeirão Preto neste próximo fim de semana. O alvinegro vai ao interior de São Paulo para a disputa de mais um jogo decisivo na sua centenária história.
  • O atacante Diego Tardelli passou por apuros na noite da terça-feira (14) na cidade de Santos. Depois da eliminação do Santos para o Athlético da Copa do Brasil um grupo de torcedores santistas o abordou, depredaram o seu carro e foi ameaçado de morte. Cenas de puro terror.
  • A atriz Patrícia Pillar perdeu a chance de ficar com a boca fechada ao criticar o atacante Neymar. Quando ele diz que quer ultrapassar Pelé na artilharia da seleção brasileira, ele jamais quis menosprezar o Rei. Esses globais se acham em tudo e não entendem nada. É cada anta.
Cartão rosa/vermelho

Cartão rosa para o vereador Rodrigo Quintino, que vem se dedicando à causa animal em Palhoça. Projetos como a castração e o recolhimento de cavalos soltos em vias públicas já são uma realidade. O mais importante projeto de Rodrigo Quintino é o “cavalo de lata”, dando fim às carroças por tração animal sem prejudicar os carroceiros que precisam trabalhar e que serão contemplados com um “Cavalo de Lata”. Muitos desses cavalos não eram bem tratados.

Cartão vermelho para alguns gananciosos donos de postos de gasolina da região da Grande Florianópolis que foram flagrados com um aumento abusivo da gasolina em meio à preocupação de motoristas que promoveram filas durante o protesto de caminhoneiros pela escassez de combustível. Além disso é um absurdo observar o silêncio dos “nobres” deputados federais em ver a escalada despropositada dos preços da gasolina, diesel e gás de cozinha. Isso é um absurdo, é só no nosso, só no nosso. Essa cacalhada não vale nada.

Pensamento do Bambi

Tem gente que é tão amarga que eu acho que na outra encarnação eles foram um pé de boldo.

Publicidade