SC chega a um crescimento de 200 mil empregos formais em um ano

    Em 12 meses as empresas de Santa Catarina chegaram a um crescimento no emprego formal de 200 mil postos de trabalho a mais. O dado é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta terça (30/11), que mostra que o saldo de empregos no estado foi de 17,7 mil vagas em outubro.

    Apenas em 2021 a diferença para admissões (120.713) e demissões (103.000) é de 187.147 carteiras de trabalho ativas.

    Na comparação de desempenho entre os estados, apesar das diferenças sociopolíticas, Santa Catarina fica em terceiro em termos de criação de vagas formais em 2021, atrás de São Paulo e Minas Gerais, economias muito maiores.

    Municípios
    Publicidade

    Em outubro, os municípios catarinenses que obtiveram os melhores resultados para o mercado de trabalho foram Florianópolis (2.492), Itajaí (1.256), São José (1.199) e Jaguaruna (1.051). Complementando o núcleo da região metropolitana de Florianópolis, Palhoça teve saldo de 716 postos a mais e Biguaçu, 71.

    Setores da economia

    Dentre os macrosetores de atividades econômicas, o resultado de Santa Catarina em outubro foi puxado pelos serviços (8,8 mil empregos a mais), formado principalmente por setores tecnologia de informação, financeiras, imobiliárias e administrativas, seguido por comércio (4,3 mil empregos a mais) e indústria (2,5 mil).

    Publicidade