Homicidas que atuavam em facção na Grande Florianópolis são presos em SP

Operação “Fim da Linha” da Polícia Civil efetua prisões em SP de suspeitos de homicídios na Grande Florianópolis
Operação “Fim da Linha” da Polícia Civil efetua prisões em SP de suspeitos de homicídios na Grande Florianópolis - PC/Divulgação/CSC

Na manhã desta terça-feira (16), a Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou a operação “Fim da Linha”. A ação cumpriu dois mandados de prisão em São Paulo e seis mandados de busca e apreensão em São Paulo e Santa Catarina. Os alvos presos são suspeitos de homicídios e de outros crimes na Grande Florianópolis.

A operação foi desencadeada por policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José. As ordens judiciais foram cumpridas na cidade de São Paulo e em Camboriú, Palhoça e São José contra os envolvidos em facção criminosa.

Segundo a PC, há suspeitas de homicídios e roubos praticados por eles desde 2018 na capital, em diversas cidades da Grande Florianópolis e na região Sul de Santa Catarina. Os criminosos presos têm 24 anos e 19 anos. Com o homem de 19 anos foram apreendidos 4 Kg de cocaína, 50g de MDMA e 5 mil comprimidos de ecstasy.

Publicidade

De acordo com o delegado William Salles, da DIC, os dois são responsáveis por diversos crimes há pelo menos três anos na região da Grande Florianópolis, incluindo mortes, roubos e tráfico de drogas, que traziam de São Paulo para Florianópolis

A ação contou com o apoio da Polícia Civil de São Paulo.

Publicidade