Vereador de São José sofre injúria racial durante sessão; polícia investiga

vereador em são josé toninho silveira
O vereador de São José Toninho Silveira (PSB) foi alvo de comentário racista - Reprodução/CSC

O vereador Antônio Carlos da Silveira Júnior (PSB), mais conhecido como Toninho, foi alvo de uma manifestação racista durante a sessão ordinária de segunda-feira (6/6) da Câmara de São José. Na transmissão da sessão na internet, no canal do legislativo municipal, uma mulher digitou mais de uma vez um ícone que representa um macaco enquanto o parlamentar discursava.

Os demais vereadores saíram em defesa do colega, ainda durante a sessão. Toninho afirma que pretende tomar providências e levar o caso à justiça. Os vereadores garantiram que não irão compactuar com esse tipo de atitude.

Em nota a Câmara Municipal de São José afirmou que repudia todo e qualquer tipo de manifestação racista e que defende de forma veemente a igualdade de raça, cor e gênero, independente de onde a manifestação ocorra: seja ela nas ruas, nas dependências da casa ou numa rede social. “A Câmara não aceita e repudia esse tipo de manifestação e se solidariza com o vereador Toninho”, destacou a presidente da Casa, vereadora Méri Hang.

Publicidade

O vereador registrou um boletim de ocorrência ainda no mesmo dia e a Polícia Civil iniciou investigação para identificar a pessoa que fez a injúria racial.

Em suas redes sociais, Toninho se manifestou sobre o caso: “Eu sou o único vereador negro da Câmara de São José e o segundo vereador negro da Grande Florianópolis, em um universo de 1 milhão de pessoas. (…) Uma senhora chamada Maria Lindalva Nino Moraes aplaudiu, deu duas palminhas e depois ela colocou três carinhas de macaco, porque ela provavelmente não estava concordando com a minha cor e não com o projeto”.

Publicidade