Alesc faz primeira votação de impeachment de Moisés nesta quinta no caso do aumento salarial

O processo de impeachment de Carlos Moisés mais avançado na Alesc tem votação importante nesta quinta-feira (17/9). O plenário faz a primeira votação para afastar o governador e a vice, Daniela Reinehr (uma votação para cada). São necessários no mínimo 2/3 dos votos pelo afastamento de cada, o que significa 27 votos dos deputados.

Na terça (15) os deputados da comissão de impeachment leram e votaram o relatório que trata do caso de equiparação salarial de procuradores do estado com os procuradores da Alesc – um aumento de R$ 30 mil para R$ 35 mil, que, segundo a denúncia, foi ilegal. Tribunal de Contas do Estado e Ministério Público de SC já afirmaram que não há crime de responsabilidade do governador nessa questão.

De qualquer forma os deputados tendem pelo afastamento dos chefes do poder executivo catarinense. A votação está prevista para as 15h. Caso aprovado, forma-se uma nova comissão com cinco deputados e cinco desembargadores do Tribunal de Justiça de SC para análise da denúncia.

Publicidade

A denúncia da equiparação salarial não é o único processo de impeachment do governador aberto na assembleia. No início de setembro outro pedido foi protocolado incluindo a denúncia da compra irregular de 200 respiradores para tratamento de Covid-19 por parte do estado.

Por Lucas Cervenka – reportagem@correiosc.com.br

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here